VOZES & DOSES

VOZES & DOSES
Olá graça e paz! O Vozes & Doses é um blog sem fins lucrativos que visa o aperfeiçoamento e edificação dos seus leitores e seguidores. O intuito primário deste site é apregoar e ministrar o evangelho ensinado por Cristo Jesus de forma simples e séria. O Vozes & Doses serve também como ferramenta de ajuda homilética e hermenêutica para pastores e professores. Sendo assim seja muito bem vindo e desfrute ao máximo das mensagens e devocionais aqui contidos. Grande abraço e que Deus te abençoe ricamente. Wellington R Costa (Editor do Vozes & Doses)

sábado, 16 de fevereiro de 2013

EXPERIMENTANDO A VONTADE DE DEUS


Adaptado do texto do pastor Welfany Nolasco Rodrigues (09-02-2013)
Texto: Romanos 12:1,2 ROGO-VOS, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional.  E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.
Queridos um dos maiores dramas enfrentados pela a humanidade é não conseguir realizar os projetos estabelecidos pela a vida de forma plena. Muitas pessoas se frustram em sua caminhada por objetivos que não se concretizaram ou que de alguma forma não foram bem sucedidos. Infelizmente muitos descobrem seus fracassos e desilusões quase no fim da vida, ou em um leito de morte onde a única esperança que resta é a contemplação ou o balancete de tudo o que deveria ter sido feito ou não com relação à trajetória escolhida por cada um. Mediante esta realidade tão triste uma enfermeira australiana chamada Bronnie Ware, publicou o livro “The Top Five Regrets of the Dying” (“Os Cinco Principais Arrependimentos Daqueles que Estão Para Morrer”). O livro é baseado na vida e na experiência de vários pacientes terminais cujos relatos conduziram a enfermeira a uma estática. Vejamos então quais foram às desilusões mais citadas em sua pesquisa:
1.      Gostaria de ter tido a coragem de viver a vida que eu quisesse não a vida que os outros esperavam que eu vivesse.
2.      Gostaria de não ter trabalhado tanto…
3.      Gostaria de ter tido coragem de expressar meus sentimentos…
4.      Gostaria de ter mantido contato com meus amigos…
5.      Gostaria de ter me deixado ser mais feliz…
Creio que quando falamos deste assunto principalmente a jovens a melhor coisa é estudarmos e aplicarmos o que a Bíblia como nosso manual de fé e pratica nos ensina a respeito de experimentarmos a vontade de Deus. Experimentarmos contentamento e a alegria em se viver independente de qualquer circunstancia.  Paulo nos mostra que não existe nada melhor do que cumprir a vontade de Deus e é através dela que experimentamos a dimensão plena do Reino que é: boa, agradável, e perfeita. Sendo assim vejamos a primeira que é o fato dela ser:
I- BOA
Ela é boa, pois o próprio Senhor Jesus em seu ministério terreno nos revelou isto: E ele disse-lhe: Por que me chamas bom? Não há bom senão um só, que é Deus. Se queres, porém, entrar na vida, guarda os mandamentos. (Mateus 19:17) Tiago também relatou o mesmo: Toda a boa dádiva e todo o dom perfeito vem do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não há mudança nem sombra de variação. (Tiago 1:17)
Creio que se entendêssemos estas verdades viveríamos muito melhor e pouparíamos muitos livros como o escrito por Bronnie Ware. Você já imaginou a Bronnie escrevendo As cinco principais dádivas daqueles que viveram plenamente ao lado de Deus. Creio que todos os relatos se pareceriam com o que Paulo nos diz: Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé. (2 Timóteo 4:7) Isto porque a vontade de Deus é boa e tudo quanto Ele faz é bom (Genesis 1:31) Talvez a boa vontade de Deus seja parecida com aquilo que almejamos ou desejamos ou talvez ela seja totalmente diferente daquilo que esperávamos. O importante é sabermos que Ele em sua infinita sabedoria sempre tem o melhor para os seus filhos. A história de José nos conduz para está realidade. Outra verdade a respeito de Deus é que a vontade dele além de Boa é:
II- AGRADÁVEL
O pecado é a maior causa do drama humano. Através dele perdemos a sensibilidade, o gosto e o prazer pelo o que é espiritual. Mesmo sabendo que a vontade de Deus é boa e agradável sempre escolhemos aquilo que achamos que é melhor para nós e quase sempre deixamos Ele de lado. O apóstolo Paulo a respeito desta atitude humana escreveu: Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente. Mas o que é espiritual discerne bem tudo, e ele de ninguém é discernido. (1Corintios 2:14,15) O salmo 1 nos revela claramente quão bem aventurado ou ricamente abençoado são aqueles que descansam e meditam na lei do Senhor. O apostolo João disse: Porque este é o amor de Deus: que guardemos os seus mandamentos; e os seus mandamentos não são pesados (ou penosos). (1 João 5:3) Jonas é o típico exemplo de alguém que não sentia prazer na vontade de Deus pelo contrario seu coração estava inclinado em ver a destruição do povo de Nínive. Outro aspecto lindo a respeito da vontade de Deus é que ela não é apenas boa e agradável, mas é também:
III- PERFEITA
A vontade de Deus é perfeita, pois Ele nunca erra. Deus é perfeito! A Bíblia nos ensina que: Deus não é homem, para que minta; nem filho do homem, para que se arrependa; porventura diria ele, e não o faria? Ou falaria, e não o confirmaria? (Números 23:19)
Gideão fez prova da perfeita vontade de Deus e pode contemplar um grande milagre em sua vida. (Juízes 6:37,40) Sempre que a vontade revelada de Deus é aplicada e obedecida, nada impede um grande contentamento e uma grande vitória. Lembrando as Palavras do Anjo a Maria que disse: Porque para Deus nada é impossível. (Lucas 1:37)
Concluindo
Não existe nada melhor do que experimentar a vontade de Deus. Muitos sofrem por tentarem experimentar tudo na vida menos o fato de experimentar Jesus. Fazem de tudo menos a vontade de Deus! É por isto que relatos como estes se tornam tão reais a cada dia em muitas vidas.
1.      Gostaria de ter tido a coragem de viver a vida que eu quisesse, não a vida que os outros esperavam que eu vivesse.
2.      Gostaria de não ter trabalhado tanto…
3.      Gostaria de ter tido coragem de expressar meus sentimentos…
4.      Gostaria de ter mantido contato com meus amigos…
5.      Gostaria de ter me deixado ser mais feliz…
A vontade de Deus é boa, perfeita e agradável e ela tem um contraste enorme quando comparada com a vontade humana que é ruim, imperfeita e desagradável.
Talvez você se pergunte qual a vontade de Deus para mim?
A vontade de Deus é que você não perca o sentido da vida plena que se inicia aqui e te conduz a eternidade através de Jesus Crsito. E a vontade do Pai que me enviou é esta: que nenhum, de todos aqueles que me deu, se perca, mas que o ressuscite no último dia. (João 6:39)
A vontade de Deus é que você seja santo e se santifique a cada dia mais: Porque esta é a vontade de Deus: a vossa santificação; (I Tessalonicenses 4:3)
A vontade de Deus é que em tudo você dê graça que você se regozije na plena vontade Dele para a sua vida.
Regozijai-vos sempre. Orai sem cessar. Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus, em Cristo Jesus, para convosco. (I Tessalonicenses 5:15,18)

Que Deus vos abençoe
Pr. Wellington R Costa


quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

SENDO LIBERTO DAS ANGUSTIAS DO PASSADO



Texto: 2 Reis 5:1,17
Constantemente aconselho pessoas que estão presas ao passado. Pessoas nascidas de novo que carregam dentro de si as mais diversas lutas. Pessoas que não conseguem visualizar o futuro por destruírem o presente. Gostaria de compartilhar a respeito de dois personagens bíblicos que tiveram as suas vidas marcadas pelo o sofrimento e a dor causadas pela a distância e pela a enfermidade. Através destes dois personagens veremos como Deus conduziu o sofrimento de cada um e quais as decisões que eles decidiram tomar para que tivessem suas vidas transformadas.
O PRIMEIRO PERSONAGEM É UMA MENINA ISRAELITA: que havia se tornado escrava nas mãos dos Sírios. (v.2) Você consegue se imaginar nesta situação? Ela foi tirada do convívio da família, do seu povo, da sua nação e cultura. Esta menina foi conduzida como escrava a uma nação pagã. A menina escrava tinha motivos de sobra para ser uma pessoa amargurada e revoltada contra Deus. Ela poderia se alto declarar vitima e desejar vingança e morte a todos os sírios. A Bíblia nos mostra que ela teve uma atitude diferente. Mesmo sendo escrava ela fora usada poderosamente por Deus para abençoar a vida de Naamã e sua família. (v.3) Ela decidiu servir a Deus e glorificar seu Nome. Através da menina NAAMÃ NOSSO SEGUNDO PERSONAGEM toma a decisão de ir a Israel para ser curado e ter a sua vida e família restaurados. Ao contrario da menina Naamã parecia ter tudo que a nossa sociedade almeja. Ele era comandante do exército Sírio sob o reinado de Ben Hadade II nos tempos de Jorão, nono Rei de Israel. Ele tinha poder, riqueza, fama, uma família, mas era leproso. Naamã era aquele que mesmo necessitado tinha o desejo de levar para o futuro as angustias do passado. Às vezes somos como ele! Temos dificuldade de abrir mão do nosso passado por mais miserável e destrutivo que este seja. Lendo sobre Naamã é fácil perceber o quão arrogante, pretencioso e orgulhoso ele era. Deus precisava ensinar algumas verdades para este homem. Assim como Ele faz comigo e você quase sempre!
Por intermédio do profeta Elizeu, o sucessor de Elias, Deus inicia seu processo de cura, libertação e restauração. Quer saber como? Para receber o milagre Naamã precisa ser OBEDIENTE (vs. 10,12): Mesmo sendo leproso ele teve dificuldade de obedecer o profeta, pois não queria de forma nenhuma entrar no Jordão. Se não fossem os soldados (v.13). Com certeza ele teria voltado leproso para a Síria. HUMILDADE: Assim como Naamã. Deus sempre tira o nosso orgulho nos dando um espirito humilde. Porque Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes. (1 Pedro 5:5b) Muitos carregam angustias do passado por tentarem ocultar fraquezas, pecados, vaidades e debilidades. Naamã preferia ficar leproso a ter que submeter-se e a humilhar-se. Outro aspecto que Deus trabalha em nós é a PERSEVERANÇA: Porque Deus fez com que Naamã se lavasse no Jordão por sete vezes e não somente uma? (v.14) Não existe nada melhor do que passar pela a pedagogia de Deus. Naamã entrou por sete vezes no rio e fora sendo curado não só no seu físico, mas em seu caráter e também no seu espirito, pois a partir daquele momento ele passa a reconhecer Deus como Senhor. Tanto a menina como Naamã decidiram deixar para traz suas dores e angustias tendo em vista os desígnios de Deus. “Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus e são chamados segundo os seus propósitos” (Romanos 8:28) Quando entendemos isto somos então PURIFICADOS do nosso passado. Naamã teve a sua carne como a de um menino e a menina fora grandemente recompensada por Deus. Como eu sei disto? Tenho-vos mostrado em tudo que, trabalhando assim, é necessário auxiliar os enfermos, e recordar as palavras do Senhor Jesus, que disse: Mais bem-aventurada coisa é dar do que receber. (Atos 20:35)
Deus vos abençoe
Pr. Wellington R Costa

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

VENCENDO A LÍNGUA QUE PROLIFERA A MALDADE NO CORPO




Tiago 3:8,10 “Mas nenhum homem pode domar a língua. É um mal que não se pode refrear; está cheia de peçonha mortal. Com ela bendizemos a Deus e Pai, e com ela amaldiçoamos os homens, feitos à semelhança de Deus. De uma mesma boca procede bênção e maldição. Meus irmãos, não convém que isto se faça assim.”

A língua é um órgão pequeno e frágil capaz de proferir bênçãos e maldições. Muitas das vezes se é possível conhecer e discernir uma pessoa através do que ela profere. Jesus disse: Raça de víboras, como podeis vós dizer boas coisas, sendo maus? Pois do que há em abundância no coração, disso fala a boca.” (Mateus 12:34) Jesus disse isto em repreensão aos fariseus que diga-se de passagem eram considerados separados, mestres que carregavam as credenciais para propagarem e serem exemplos do amor de Deus. Infelizmente hoje existem muitas pessoas assim. Pessoas que deveriam proferir o amor, a justiça, a esperança e as virtudes do Pai, mas que preferem usar este pequeno órgão a serviço do diabo. Pessoas amargas que vivem um cristianismo medíocre, e transferem tudo aquilo que vivem para a vida dos pequeninos. Estes são fermentos que levedam a massa, trazem divisões ao corpo, magoam as pessoas e mais do que isto conseguem fazer com que muitos se pareçam com eles. Com relação a estes Jesus continuou a dizer: “O homem bom tira boas coisas do bom tesouro do seu coração, e o homem mau do mau tesouro tira coisas más. Mas eu vos digo que de toda a palavra ociosa que os homens disserem hão de dar conta no dia do juízo. Porque por tuas palavras serás justificado, e por tuas palavras serás condenado.” (Mateus 12:35,37) Sendo assim vejamos então o que Tiago nos ensina com relação a domesticar e domar este órgão tão pequeno em tamanho mas grande em causar tanto benção quanto maldição, morte e vida (Provérbios 18:21).
I-TIAGO NOS ENSINA QUE DEVEMOS COLOCAR FREIO NA NOSSA LINGUA (VS 1 A 5)
Colocar freios aqui traz o sentido de ter domínio. É governar a língua para que ela não solte palavras torpes e sórdidas ao ar. Tiago nos deixa alguns exemplos: O freio na boca de um cavalo é capaz de controlar todo o seu corpo (3) O mesmo acontece com o leme que mesmo pequeno tem o poder de controlar e governar um grande navio (4) Uma língua desenfreada é como uma pequena fagulha de fogo que pode incendiar uma grande floresta (5). O apostolo Paulo disse: Toda a amargura, e ira, e cólera, e gritaria, e blasfêmia e toda a malícia sejam tiradas dentre vós. Antes sede uns para com os outros benignos, misericordiosos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus vos perdoou em Cristo.” (Efésios 4:31,32)
II- TIAGO NOS ENSINA QUE UMA LÍNGUA DESGOVERNADA É INFLAMADA PELO O INFERNO (VS 6 A 11)
A língua mal é governada pelo o diabo e é por isto que quando falamos a respeito de batalha espiritual e de como vencer os inimigos da alma não podemos de forma nenhuma deixar de tocar neste assunto tão sério. Uma língua indomável traz muitos danos à vida humana. Com relação a isto Tiago disse: “A língua também é um fogo; como mundo de iniqüidade, a língua está posta entre os nossos membros, e contamina todo o corpo, e inflama o curso da natureza, e é inflamada pelo inferno.” (Tiago 3:6) Queridos irmãos devemos tomar muito cuidado com o poder da língua. Tiago continua em seu uso de paralelismos dizendo da dificuldade que se tem em domar uma língua peçonhenta e mortal. Ele diz que com a língua se abençoa e amaldiçoa e que não se pode sair água doce e amarga de uma mesma fonte. Talvez domar a língua seja algo impossível para o homem, mas para Deus não existe impossíveis (Lucas 1:37). O salmista disse: “Entrega o teu caminho ao SENHOR; confia nele, e ele o fará.” (Salmo 37:5) Se você tem vivido o drama da língua, lance ela aos pés da cruz. E não de brechas ao inimigo.
III- TIAGO NOS ENSINA QUE A INVEJA E O SENTIMENTO FACCIOSO SÃO ATITUDES MUNDANAS E DIABÓLICAS (VS 12 A 16)
Infelizmente as pessoas que alimentam seus corações com a amarga inveja e possuem sentimentos facciosos, colocam de lado a sabedoria de Deus assumindo posturas mentirosas diante dEle, diante da Igreja e o pior diante delas mesmas.  Tiago nos ensina que pelo o bom trato devemos mostras nossas obras em mansidão de sabedoria, e que o oposto a isto é terreno, animal e diabólico. “Porque onde há inveja e espírito faccioso aí há perturbação e toda a obra perversa.” (Tiago 3:16) Finalmente Tiago nos ensina que:
IV- SOMOS CURADOS QUANDO BUSCAMOS A SABEDORIA DO ALTO (VS 17 A 18)
Tiago diz: “Mas a sabedoria que do alto vem é, primeiramente pura, depois pacífica, moderada, tratável, cheia de misericórdia e de bons frutos, sem parcialidade, e sem hipocrisia. Ora, o fruto da justiça semeia-se na paz, para os que exercitam a paz.” (Tiago 3:17,18) A sabedoria apresentada por Tiago é o fruto de uma vida liberta, lavada e remida pelo o sangue do cordeiro. A sabedoria do alto se torna vivifica e pratica em nossas vidas quando nós deixamos de lado a nossa velha natureza pecaminosa dando lugar ao novo que é o enchimento do Espírito Santo (Efésios 5:18;). Devemos buscar o pleno conhecimento no Senhor. Oseías disse: “Então conheçamos, e prossigamos em conhecer ao SENHOR; a sua saída, como a alva, é certa; e ele a nós virá como a chuva, como chuva serôdia que rega a terra.” (Oseías 6:3) Sendo assim ore, jejue e viva a plenitude do Pai, deixa de lado a maledicência, a inveja, a amargura, o desejo faccioso, o ódio, o rancor, e se encha da sabedoria do alto. “E, se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente, e o não lança em rosto, e ser-lhe-á dada. Peça-a, porém, com fé, em nada duvidando; porque o que duvida é semelhante à onda do mar, que é levada pelo vento, e lançada de uma para outra parte... Toda a boa dádiva e todo o dom perfeito vêm do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não há mudança nem sombra de variação.” (Tiago 1:5,6 e 17)

Wellington & Silvia Costa

Wellington & Silvia Costa

Total de visualizações de página