VOZES & DOSES

VOZES & DOSES
Olá graça e paz! O Vozes & Doses é um blog sem fins lucrativos que visa o aperfeiçoamento e edificação dos seus leitores e seguidores. O intuito primário deste site é apregoar e ministrar o evangelho ensinado por Cristo Jesus de forma simples e séria. O Vozes & Doses serve também como ferramenta de ajuda homilética e hermenêutica para pastores e professores. Sendo assim seja muito bem vindo e desfrute ao máximo das mensagens e devocionais aqui contidos. Grande abraço e que Deus te abençoe ricamente. Wellington R Costa (Editor do Vozes & Doses)

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

A GENUINA CIDADANIA DOS SANTOS E O GOVERNO DO REINO

Texto: Efésios 2:18,22
O capitulo 2 de Efésios é riquíssimo, através dele Paulo nos da a oportunidade de entendermos e discernirmos quem éramos antes do nosso encontro com Cristo e quem somos no Reino de Deus, qual o nosso chamado, e qual a nossa identidade. Vejamos então de forma resumida Efésios 2:1,18 para entendermos melhor os versos de 19 a 22. Nos (vs.1 a 3); Paulo expressa de forma maravilhosa a 1) nossa condição antes da reconciliação em Cristo: antes da reconciliação estávamos mortos; erámos escravos e estávamos condenados. Nos (vs. 4 a 6); 2) Nos mostra que Deus em sua infinita misericórdia decide salvar e libertar a humanidade: Através da morte e ressurreição de Cristo fomos vivificados, ressuscitados e santificados através da graça; Efésios 2:5 Estando nós ainda mortos em nossas ofensas, nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvos), Nos (vs. 7 a 8); 3) Paulo nos revela também que o proposito de Deus foi: Nos revelar sua benignidade e soberania, seu amor incondicional e sua infinita graça. Efésios 2:8 Porque pela graça sois salvos, por meio (mediante a) da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus.
Nos (vs. 8 a 10); 4) Paulo salienta e fortifica que a salvação é uma dádiva de Deus para o homem e que Jesus é o referencial a quem devemos seguir e servir. Mediante tudo isto Paulo continua nos mostrando quem erámos antes e nos ensinando a respeito da nossa real identidade em Cristo hoje. Paulo inicia o verso 11 com um enfático, portanto, lembrai-vos (Conjunção Conclusiva) Ele tem a intenção de clarificar e ligar tudo o que ele irá dizer a partir de agora com aquilo que já havia escrito e dito antes.
Nos (vs. 11 a 12); 5) Ele nos relembra que a humanidade sem Cristo como Senhor e salvador está separada de Deus. Nos (vs. 13 a 15); 6) Paulo nos revela que através de Cristo encontramos plena comunhão com o Pai. Ele é a nossa Paz! Nos (vs. 16 a 18); Paulo expressa de forma maravilhosa que: 7) A morte de Cristo na cruz propiciou reconciliação e livre acesso ao pai em um mesmo espirito. Sendo assim é unicamente através de Cristo que somos salvos. Romanos 10:9 A saber: Se com a tua boca confessares ao Senhor Jesus, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo.
No nosso texto de hoje Paulo inicia dizendo: Porque por ele ambos temos acesso ao Pai em um mesmo Espírito. (v.18) Isto significa que através de tudo o que Cristo fez por nós alcançamos uma das maiores promessas que a humanidade poderia possuir. Eu gostaria de compartilhar com você a respeito de cada uma delas. A herança que possuímos em Deus e que desfrutamos dela aqui e agora. Através de Cristo somos:
I- CONCIDADÃOS DOS SANTOS E FAMILIA DE DEUS
Efésios 2:19  Assim que já não sois estrangeiros, nem forasteiros, mas concidadãos dos santos, e da família de Deus;
Paulo expressa de forma clara que não somos estrangeiros, muito menos forasteiros. Lembro-me dos oito anos que vivi na Europa. Como um estrangeiro eu estava familiarizado, e conhecia bem a Inglaterra, mas ainda assim eu não dispunha dos plenos direitos e vantagens que os ingleses possuíam. Eu poderia dizer que o mesmo acontece com muitos que frequentam uma igreja. Existem muitas pessoas que frequentam regularmente os cultos, sabem as musicas decor, estão familiarizadas com a Bíblia e o linguajar cristão, mas por não terem entregue suas vidas a Jesus Cristo não se tornaram ainda cidadãos do reino de Deus! Muitas pessoas não possuem Deus como o Senhor. Muito menos fazem parte da família de Deus ou do Reino de Deus.
Efésios 2:12 Que naquele tempo estáveis sem Cristo, separados da comunidade de Israel, e estranhos às alianças da promessa, não tendo esperança, e sem Deus no mundo.
O pastor Rinaldo Texidor dizia que: O reino de Deus é quando você entrega o seu direito de reinar sobre sua vida a Ele. Aí Ele reina sobre sua vida.
Filipenses 3:20 Mas a nossa cidade está nos céus, de onde também esperamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo, Paulo segue dizendo que aqueles que com a boca confessaram ao Senhor Jesus, e em seus corações creram que Deus o ressuscitou dentre os mortos são também:
II- EDIFICADOS EM UM MESMO CORPO A QUAL CRISTO É A PRINCIPAL PEDRA DE ESQUINA. Efésios 2:20  Edificados sobre o fundamento dos apóstolos e dos profetas, de que Jesus Cristo é a principal pedra da esquina;
O templo de Jerusalém era um edifício exclusivamente judaico, no qual todos os gentios eram proibidos de entrar. Havia avisos no muro que caso algum gentio atravessasse seria morto. Em Cristo todas as barreiras que traziam separação foram destruídas não existe diferença de nacionalidade, raça, cor, intelectualidade, rico ou pobre. Ele é a base da unidade. O cabeça do corpo! O tudo em todos. Efésios 2:14 Porque ele é a nossa paz, o qual de ambos os povos fez um; e, derrubando a parede de separação que estava no meio. Paulo está dizendo em sua carta que através da obra maravilhosa de Jesus na cruz do calvário tanto judeus quanto gentios se tornaram:
III- TEMPLO SANTO DO SENHOR
Efésios 2:21 No qual todo o edifício, bem ajustado, cresce para templo (ou habitação) santo no Senhor.
Conforme já vimos, O templo sempre fez parte da identidade de Israel como povo de Deus. No entanto, a nova humanidade lavada e remida pelo o sangue do cordeiro tem um novo templo e uma nova habitação, e essa é totalmente distinta da anterior. O fundamento do novo templo é o ensino Cristocêntrico dos apóstolos e profetas Atos 2:42 E perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações. Os fundamentos desta habitação são as verdades reveladas das Escrituras. Os fundamentos desta habitação tem como pedra angular Jesus Cristo. Ele é a pedra angular, essencial para manter firme o edifício. 1 Coríntios 3:11  Porque ninguém pode pôr outro fundamento além do que já está posto, o qual é Jesus Cristo.
1 Pedro 2:4,8 E, chegando-vos para ele, pedra viva, reprovada, na verdade, pelos homens, mas para com Deus eleita e preciosa, Vós também, como pedras vivas, sois edificados casa espiritual e sacerdócio santo, para oferecer sacrifícios espirituais agradáveis a Deus por Jesus Cristo. Por isso também na Escritura se contém: Eis que ponho em Sião a pedra principal da esquina, eleita e preciosa; E quem nela crer não será confundido. E assim para vós, os que credes, é preciosa, mas, para os rebeldes, A pedra que os edificadores reprovaram, Essa foi a principal da esquina, E uma pedra de tropeço e rocha de escândalo, para aqueles que tropeçam na palavra, sendo desobedientes; para o que também foram destinados.  Sendo assim Cristo é a pedra fundamental da igreja e nós somos partes dessa construção (v.22).  E finalmente, Paulo fala que o propósito desse templo é ser habitação de Deus (v.22), pois o templo feito por mãos humanas não pode conter a Deus.
I Reis 8:27 Mas, na verdade, habitaria Deus na terra? Eis que os céus, e até o céu dos céus, não te poderiam conter, quanto menos esta casa que eu tenho edificado.
Atos 7:48,49  Mas o Altíssimo não habita em templos feitos por mãos de homens, como diz o profeta: O céu é o meu trono, E a terra o estrado dos meus pés. Que casa me edificareis? diz o Senhor, Ou qual é o lugar do meu repouso?
Lloyd Jones disse que: O cristão é, por definição, alguém que foi formado, modelado, posto em forma, adaptado e ajustado para ser uma pedra nesta parede, neste edifício, que vai ser um "templo santo no Senhor, uma habitação de Deus. O cristão é alguém que nasceu de novo, foi transformado, renovado, regenerado. Estes são termos do Novo Testamento. Ele é uma "nova criatura", uma "nova criação".
IV- MORADA DE DEUS
Efésios 2:22  No qual também vós juntamente sois edificados para morada de Deus em Espírito.
Deus habita em pessoas santas e com elas faz aliança. I Coríntios 6:19,20 Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus.
1) Em Cristo somos morada do Espírito Santo: Temos aqui o ensino de que juntos formamos um edifício com características todas peculiares. A pedra angular deste prédio é o próprio Jesus Cristo (v. 20).  Esta expressão significa que Jesus é a base, o sustentáculo da Igreja.  Além da pedra angular, este edifício conta com:
2) Um fundamento, fornecido pelos apóstolos e profetas: trata-se do ensino doutrinário que sustenta a Igreja.  Esta base permite que o edifício seja ajustado, bem construído, crescente, dentro de uma harmonia que o torna santuário santo no Senhor (v. 22).  Este texto nos ajuda a esclarecer que
3) A Igreja não é um prédio feito de tijolos, telhas, vidro e madeira: É muito mais do que isto, é um edifício composto por vidas.  Cada vida é uma pedra que se ajusta sobre a Pedra Angular, tornando-se a morada do Espírito Santo de Deus (v. 22).
CONCLUINDO
Por conta disto, note como é importante nos reunirmos periodicamente para adorar a Deus. Quando todos os que têm o privilégio de fazerem parte do Edifício se reúnem, o Espírito Santo se manifesta de forma toda especial. Cabe, por outro lado, cuidar para que jamais você se torne uma pedra de tropeço. O que vem a ser isso? Trata-se do cristão que não vive ajustado ao projeto de Deus e que, como um tijolo largado no meio da sala, provoca a queda (escândalo) de outros (principalmente os pequeninos). Sobre isto você pode mencionar o alerta de Jesus em Mateus 18:5,7 ...7 Ai do mundo, por causa dos escândalos; porque é mister que venham escândalos, mas ai daquele homem por quem o escândalo vem!
Quando Deus olha para você é assim que Ele te vê:
1 Pedro 2:9,10  Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz; Vós, que em outro tempo não éreis povo, mas agora sois povo de Deus; que não tínheis alcançado misericórdia, mas agora alcançastes misericórdia.[1]
 
Romanos 10:9 A saber: Se com a tua boca confessares ao Senhor Jesus, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo.
 


[1] Mensagem adaptada do Estudo de Efésios do Pastor Ary Veloso, Lloyd Jones e Charles C, Ryrie. Citações também tiradas do texto de Paulo Petrizi: Cidadão celestial, filho de Deus e moradia do Espírito Santo! (Ef 2:19-22), http://www.pregaapalavra.com.br/estudo/efesios5.htm

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

O DAVI NOSSO DE CADA DIA

Texto: Salmo 142
A alma, a psique humana, nem sempre é perfeitamente estável. Podemos claramente observar que ela frequentemente oscila, pende e titubeia. A verdade é que nossas emoções não são muito confiáveis. Prova disto é vista em nossa própria existência. Como que passamos tão rapidamente do triunfo, para o medo e da alto confiança para uma ansiedade inexplicável.
Davi escreveu este salmo quando estava fugindo do rei Saul e havia se escondido em uma caverna. Podemos ver neste Salmo como ele se encontra atribulado, ameaçado e premido. O verso 2 diz
Derramei a minha queixa perante a sua face; expus-lhe a minha angústia. Derramei a minha queixa pode ser também pensamentos perturbados sendo assim milhões de ideias dominando-lhe a mente. Raciocínios em contradição que o colocam em desespero. A verdade é que todos nós passamos por momentos assim. Momentos difíceis de luta e pressão. Davi escreveu 8 salmos que expressam sua angustia e luta dentre eles o 57 e o 142 foram escritos na mesma época.
Charles H. Spurgeon disse: “Ataques de depressão ocorrem com quase todos nós. Pode haver um ou outro homem de ferro, mas a ferrugem com certeza ataca até mesmo estes.”
Nos momentos de lutas geralmente a primeira coisa que vem a nossa mente é fugir e desaparecer. Com Davi não foi diferente, na pressão enfrentada, no temor da morte ele foge de Saul, foge dos problemas e foge da vida.
Na fuga Davi escolhe uma caverna. Nela ele contempla segurança por temer neste momento Saul. Mas, sobretudo para ficar sozinho. O que foi impossível, pois muitos foram para o mesmo lugar. E ajuntou-se a ele todo o homem que se achava em aperto, e todo o homem endividado, e todo o homem de espírito desgostoso, e ele se fez capitão deles; e eram com ele uns quatrocentos homens. (2 Samuel 22:2)
AQUI TEMOS UMA PRECIOSA LIÇÃO Quando estamos mal parece que atraímos pessoas no mesmo estado emocional nosso. É por isto que o maledicente sempre vai ter um ouvinte. Pois pensamentos negativos atraem pessoas negativas. Amargurados se atraem e rebeldes também. Alguém disse que na caverna de Adulão com Davi se ajuntaram o grupo D.D.D. (Devedores, Desprovidos, e Descontentes)
ANATOMIA DA TRIBULAÇÃO DE DAVI: Ele a defini da seguinte forma: 1) Que sua tribulação tinha natureza histórica, tangível e objetiva (v.3); 2) Que era eminentemente psicológica e emocional (v.4); 3) A inexistência de qualquer proteção contra os adversários: Davi sente-se a mercê e não consegui nem pensar em uma forma de se defender. 4) Que não há para com ele nenhuma manifestação de amor. (v.4).
Vamos examinar de perto o desânimo de Davi, sua crise pessoal, e dela tirar lições para nossa vida hoje:
Na estrada da vida e em meio às turbulências:
I- VOCÊ FICARÁ DESANIMADO E COM CORAÇÃO ANGUSTIADO
Salmo 142:3 Quando o meu espírito estava angustiado em mim, então conheceste a minha vereda. No caminho em que eu andava, esconderam-me um laço.
Assim como Davi muitas são as vezes que duvidamos da nossa capacidade de tomar decisões, nos sentimos desorientados. E este é problema do desânimo. Ele nos faz perder senso de tomar decisões, ficamos perdidos e começamos a cometer um monte de erros por causa das decisões erradas que tomamos. Davi estava muito mal física e espiritualmente. Ele sentia-se culpado, porque na busca feroz por encontrá-lo, o Rei Saul mata uma aldeia inteira que o abrigou em sua fuga.
Na estrada da vida e em meio às turbulências:
II- VOCÊ SE SENTIRÁ DESAMPARADO
Salmo 142:4 Olhei para a minha direita, e vi; mas não havia quem me conhecesse. Refúgio me faltou; ninguém cuidou da minha alma.
Este é um dos versículos mais tristes de toda Bíblia. Você consegue pensar em tamanha desesperança? Mas nem sempre Davi se sentiu assim: Ele afirmou certa vez:  Tenho posto o SENHOR continuamente diante de mim; por isso que ele está à minha mão direita, nunca vacilarei. (Salmo 16:8)
Por mais que Davi expressasse sua comunhão com Pai, ele vivenciou momentos ao qual ele se sentiu só. A verdade é que nunca vamos resolver os nossos problemas: Ignorando, fugindo, entrando para dentro do casco!
Alexander McLaren disse: A alma que tem de atravessar águas profundas precisa fazer isto sozinha!”
Na estrada da vida e em meio às turbulências:
III- VOCÊ SE SENTIRÁ DEPRIMIDO
Salmo 142:6 Atende ao meu clamor; porque estou muito abatido. Livra-me dos meus perseguidores; porque são mais fortes do que eu.
Um cristão verdadeiro pode ter depressão, todavia ele sempre sairá dela! Elias ficou deprimido, Jonas, Moisés, e é claro Davi também. Todavia todos com Deus deram a volta por cima desta terrível situação, porque eles não desistiram de lutar com Deus.
O Senhor está perto de você, ele é EMANUEL. Você não deixou de ser filho, porque está numa caverna escura.
Na estrada da vida e em meio às turbulências:
IV-VOCÊ SE SENTIRÁ DERROTADO
Salmo 142.6b,7 Livra-me dos meus perseguidores; porque são mais fortes do que eu. Tira a minha alma da prisão, para que louve o teu nome; os justos me rodearão, pois me fizeste bem.
Davi sentia-se preso, angustiado, fraco e derrotado! Davi ficou prisioneiro de sua perspectiva. A benção é que ele conseguiu fugir!  Todavia, vimos os sintomas de alguém em crise, sob muita pressão. Talvez você se identificou com este quadro. Mas sua pergunta é: E daí?  Como posso mudar de vida? De perspectiva?
V- COMO ENFRENTAR AS PRESSÕES DA ESTRADA DA VIDA?
1) CONFESSE OS TEUS PROBLEMAS PARA DEUS Foi isto o que Davi fez quando escreveu e pronunciou o Salmo 142 (v.1) “Em alta voz clamo ao Senhor” (v.5) “Clamo a ti, Senhor” (v.6) “Dá atenção ao meu clamor.” Tudo isto, Davi disse abertamente para Deus! Clame ao Senhor, do contrário o desânimo vai derrotar você e acabar com seus melhores dias. Quando você se abre Deus inicia o processo de recuperação em sua vida. Não é para qualquer um, é para Deus, é para pessoa certa!
2) RECONHEÇA A PRESENÇA DE DEUS EM SUA VIDA Salmo 142:3 Quando o meu espírito estava angustiado em mim, então conheceste a minha vereda. No caminho em que eu andava, esconderam-me um laço. Peter Marshall disse: “Antes de você buscar Deus, ele O está buscando” Deus sabe, sua onisciência é o nosso consolo! Porque tentar esconder dele aquilo que te assola?
3) DESCUBRA A PROVISÃO DE DEUS  Salmo 142:5 A ti, ó SENHOR, clamei; eu disse: Tu és o meu refúgio, e a minha porção na terra dos viventes. A terra dos viventes não é o céu, é o aqui e agora. Deus provê hoje! E isto significa Reino de Deus. É bom saber que a Bíblia foi escrita por homens, na terra dos viventes.
Muitos dizem que isto é ruim,  mas se a Bíblia fosse escrita por anjos nenhum homem daria crédito as suas palavras, não seria para seres mortais e sim para sobrenaturais.
A Bíblia tem em suas páginas soluções divinas para problemas terrenos e reais! A Bíblia é a provisão da Palavra de Deus sempre presente e perto de você!
4) DESCUBRA O PRAZER DO LOUVOR E ENTREGUE SUA VIDA PARA DEUS Salmo 142:7 Tira a minha alma da prisão, para que louve o teu nome; os justos me rodearão, pois me fizeste bem. Davi tem um propósito muito claro, ele queria adorar a Deus melhor! Neste salmo ficou claro o trajeto da estrada da vida de Davi. Da Prisão para a Adoração! Enfim, este é o fim do salmo, o fim que Deus reserva para todos os que confiarem Nele, os que forem justificados por seu Filho. Veja a mudança de ambiente! Na prisão Davi estava cercado de rebeldes, pessoas amarguradas, oprimidas. Agora rendido, liberto, livre, ele esta rodeados de “JUSTOS” Salmo 107:14,15  Tirou-os das trevas e sombra da morte; e quebrou as suas prisões. Louvem ao SENHOR pela sua bondade, e pelas suas maravilhas para com os filhos dos homens.

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

JAIRO: UM CAMINHO DE ESPERANÇA, RENOVO E VIDA

 
Texto: Marcos 5:21,24  e 33,43
“Por que, às vezes, as orações demoram a ser respondidas?” Por que, em algumas circunstâncias da vida, Deus parece insensível às nossas necessidades? Esse texto apresenta Jairo, chefe da Sinagoga, um homem culto, poderoso, admirado por muitos e aparentemente rico. A Bíblia relata que a sua filha estava enferma quase à morte. Sendo assim Jairo abre mão da sua posição religiosa, sua soberania e corre até Cristo. As circunstâncias difíceis nos aproximam de Deus.
A caminho da casa de Jairo se parece muito com o caminho da nossa própria vida. O caminho da casa de Jairo carecia de restauração, cura e uma completa libertação do medo e da angústia.
Este texto nos mostra alguns detalhes a respeito de Jairo e como Deus deseja restaurar as nossas vidas através de Jesus. Vejamos então em:
Marcos 5:22 E eis que chegou um dos principais da sinagoga, por nome Jairo, e, vendo-o, prostrou-se aos seus pés.
I- JAIRO LANÇOU POR TERRA SEUS PRECEITOS E SE PROSTROU AOS PÉS DE JESUS
Jairo era chefe da sinagoga local, responsável pelo culto, pela preservação da lei, era um homem de grande importância na sociedade e possuía uma posição de destaque e conforto.
Jesus ao ponto de vista dos chefes religiosos da época, era uma pessoa incômoda que tinha a audácia de dizer que perdoava pecados e ainda por cima se dizia filho de Deus, a relação entre os chefes religiosos e a pessoa de Jesus Cristo nunca foi muito amigável, basta ler o texto de Mateus 26:14-16 e analisar que sempre houve intenção de parar aquele Homem que arrastava multidões de necessitados com uma pregação de fé e arrependimento que começou com João Batista. Mateus 3:1-2
Com todas as considerações dadas acima vemos que até Jairo tomar esta decisão ele teve que lutar muito consigo mesmo, contra seu próprio coração para reconhecer que em Jesus havia o poder necessário para mudar a situação que ele estava vivendo, e transformar seu caminho.
Jairo deixou de lado o orgulho e se vestiu de humildade: O chefe da Sinagoga se prostou aos pés de Jesus em meio a uma grande multidão de pessoas. Jairo reconheceu que existia alguém mais importante que a lei e este alguém era Jesus.
1Pedro 5:5,6  Semelhantemente vós jovens, sede sujeitos aos anciãos; e sede todos sujeitos uns aos outros, e revesti-vos de humildade, porque Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes. 6  Humilhai-vos, pois, debaixo da potente mão de Deus, para que a seu tempo vos exalte.
II- JAIRO HUMILDIMENTE DEMONSTRA SUA FÉ EM MEIO A UMA DAS MAIORES TURBULÊNCIAS DA VIDA Marcos 5:23 E rogava-lhe muito, dizendo: Minha filha está moribunda; rogo-te que venhas e lhe imponhas as mãos, para que sare, e viva.
a)O QUE É FÉ EM DEUS
- crer que Deus existe;
- crer que Deus cumpri tudo aquilo que promete;
- crer que Deus sempre virá ao nosso encontro para nos ajudar nas horas difíceis.
b) HEBREUS 11:6 Sem FÉ ninguém pode agradar a Deus. É preciso crer que Deus existe. E é preciso crer que Deus é abençoador dos que o buscam.
Existe coisa pior do que ver um filho sofrendo!
O verso 24 nos revela que Jesus comovido com o pedido de Jairo o acompanhou: E foi com ele, e seguia-o uma grande multidão, que o apertava.
Mas vemos aqui algo muito interessante.
III- O TEMPO DE JESUS NÃO SE LIMITA AO TEMPO DE JAIRO OUTRA HISTÓRIA SOBRE FÉ SE INICIA (Marcos 5:25,34)
Marcos 5:25,26  E certa mulher que, havia doze anos, tinha um fluxo de sangue.  E que havia padecido muito com muitos médicos, e despendido tudo quanto tinha, nada lhe aproveitando isso, antes indo a pior.
Jesus é o senhor do tempo. No decorrer do caminho Ele calmamente atende este, aquele, o outro e no tempo exato, também a nós.
Não só o caminho de Jairo seria restaurado nessa história, mas uma mulher necessitada, enferma que via em Jesus sua única esperança apareceu. Está mulher vivenciava em seu caminho de vida
12 anos de angústia, sofrimento, depressão, baixa estima, ela já se considerava um nada, um ninguém.
Ela considerou em seu coração que bastava tocar na orla das vestes de Jesus que seria curada, porém, como aproximar-se de Jesus sem contaminar a multidão? De acordo com a lei de Moisés ela era imunda (Leviticos 15:25) Ela não podia tocar nem ser tocada. Até mesmo objetos, perdiam o valor se tocados por um doente com fluxo. A impureza física era associada a moral e assim eram excluídos do convívio normal da sociedade (Lv 15).
E o que faria a multidão se descobrisse que uma mulher imunda havia saído no meio do povo, e deliberadamente tocou e se esbarrou em todos? O que fariam os religiosos se a descobrissem?
Aprendendo com Jairo e a Mulher do Fluxo de Sangue
Ambos nos ensinam que a fé precisa de uma ação. A Bíblia diz: "Sem fé é impossível agradar a Deus" (Hebreus 11:6) e outra vez diz: "A fé vem pelo ouvir e o ouvir pela Palavra de Deus" (Romanos 10:17). Ao praticar essas verdades são vencidos os medos, fracassos e tudo mais que porventura nos impediriam de chegar até Jesus. Ele sempre está disposto a transformar vidas, porém, como a multidão, muitas vidas não conseguem alcançar o milagre.
Qual a multidão que está em seu caminho impedindo que você se achegue em Cristo!
Marcos 5:27,29  Ouvindo falar de Jesus, veio por detrás, entre a multidão, e tocou na sua veste.
Porque dizia: Se tão-somente tocar nas suas vestes, sararei. E logo se lhe secou a fonte do seu sangue; e sentiu no seu corpo estar já curada daquele mal.
IV- JESUS POSSUI O CONTROLE DE TUDO MESMO QUANDO TUDO PARECE TER PERDIDO O CONTROLE  Marcos 5:34,36  E ele lhe disse: Filha, a tua fé te salvou; vai em paz, e sê curada deste teu mal. Estando ele ainda falando, chegaram alguns do principal da sinagoga, a quem disseram: A tua filha está morta; para que enfadas mais o Mestre? E Jesus, tendo ouvido estas palavras, disse ao principal da sinagoga: Não temas, crê somente.
Por muitas vezes clamamos a Deus em oração e por muitas destas experiências que temos parece que Deus nunca irá nos responder. Não sabemos por quê? Talvez porque ainda temos algo a aprender com essa provação que veio à nossa vida, ou talvez porque Deus está à espera para nos mostrar o Seu poder de uma forma mais maravilhosa do que aquilo que esperávamos.
A questão é que nesse ínterim muitas das vezes ou quase todas as vezes palavras como estás viram! Porque incomodas o Mestre?
Vemos aqui uma figura do trabalho de Satanás, que é fazer com que venhamos a desistir ou desanimarmos afundando-se em nossa ansiedade. Ele sempre nos dirá: Não incomode ao Mestre seu caso é um caso perdido.
Assim como Jairo precisamos ficar firmes na fé e perseverantes na oração! O que Jesus disse a Jairo vale para mim e para você: Não temas, crê somente.
V- JESUS NÃO ENXERGA AS CIRCUNSTANCIAS COMO ENXERGAMOS, NÓS VEMOS IMPOSSIBILIDADES ELE POSSIBILIDADES. Marcos 5:37,39  E não permitiu que alguém o seguisse, a não ser Pedro, Tiago, e João, irmão de Tiago. E, tendo chegado à casa do principal da sinagoga, viu o alvoroço, e os que choravam muito e pranteavam. E, entrando, disse-lhes: Por que vos alvoroçais e chorais? A menina não está morta, mas dorme.
VI- AS VERDADES DE DEUS PARA A SUA VIDA SEMPRE VÃO PARECER PIADA AOS OLHOS DO MUNDO E AOS OLHOS DA MULTIDÃO Marcos 5:40,43 E riam-se dele; porém ele, tendo-os feito sair, tomou consigo o pai e a mãe da menina, e os que com ele estavam, e entrou onde a menina estava deitada. E, tomando a mão da menina, disse-lhe: Talita cumi; que, traduzido, é: Menina, a ti te digo, levanta-te. E logo a menina se levantou, e andava, pois já tinha doze anos; e assombraram-se com grande espanto. E mandou-lhes expressamente que ninguém o soubesse; e disse que lhe dessem de comer.
CONCLUINDO 1º Convide Jesus para fazer parte de sua vida do seu caminho
2º Creia acima de tudo
3º Lembre-se ! E esta é confiança que temos para com Ele: que, se pedirmos alguma coisa segundo a sua vontade, Ele nos ouve. E, se sabemos que Ele nos ouve quanto ao que lhe pedimos, estamos certos de que obtemos os pedidos que lhe temos feito. ( I João 5:14-15).O caminho da casa de Jairo é o  lugar de restauração, renovo e manifestar da graça e amor de Deus, siga este caminho e veja a glória do Senhor.

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

07) LAODICÉIA: A IMPORTANCIA DO RETORNO A SANTIDADE

 
SÉRIE: AS SETE IGREJAS DO APOCALIPSE
Texto: Apocalipse 3:14,22
Laodicéia era uma cidade da província Romana da Ásia Menor. Ela foi fundada em 250 a.C. por Antioco II da Siria no qual atribuiu à cidade o nome da sua esposa “Laodice”, antes tinha o nome de “Theopolis” (cidade de Zeus). A cidade ficava no meio das grandes rotas comerciais do oriente, e com isso enriqueceu muito. Laodicéia era famosa por 3 atividades essenciais: a) confecção de roupas de lã negra, b) fortíssimo centro industrial e bancário onde circulava grande quantia de ouro e c) por uma escola de medicina que fabricava dois unguentos quase milagrosos para os ouvidos e os olhos. O pó frígio era usado para fabricar um raro colírio que era o remédio mais importante produzido na cidade. Em 62 d.C. a cidade de Laodicéia foi totalmente arrasada por um terremoto, e logo foi financiada e reconstruída pelos esforços do seu próprio povo, rejeitando, orgulhosamente a qualquer ajuda de Roma. Paulo não chegou a visitar esta cidade antes de sua primeira prisão (Cl.2:1); é provável que a igreja tenha sido fundada por Epafras, de Colossos (Cl.1:7, 4:12); Paulo conhecia a igreja, porque de Roma escreveu uma carta aos Laodicenses (Cl.4:16), que infelizmente se perdeu. Vejamos então o que o Senhor Jesus deseja nos falar através da vida desta igreja. O primeiro requisito que Cristo revela a Laodicéia para um retorno a santidade é que:
I-PARA SER SANTO É PRECISO TER O FILHO HABITANDO EM NÓS (v.14)
A igreja de Laodicéia tinha de tudo, mas não tinha vida. O Cristo vivo não fazia mais parte de suas reuniões. Falava-se talvez de tudo menos da cruz. Jesus em sua infinita graça e misericórdia inicia dizendo: a) Isto diz o Amém: Está é uma expressão hebraica que significa: Que assim seja, Eu creio, verdadeiramente. Amém é um termo que expressa a soberania e os atributos de Deus. Ela é formada de três letras do hebraico que sintetiza a frase "Deus, Rei, Fiel", (אָמֵן, El Melech Neeman, EMN), Em outras palavras Laodicéia precisava entender que o Deus que eles professavam com a boca era: Rei e ansiava reinar na vida deles. Cristo se revela também como: b) a testemunha fiel e verdadeira: Fiel mesmo sabendo que eles haviam perdido a fidelidade e verdadeiro, pois somente Ele tem poder para libertar. Jesus dizia, pois, aos judeus que criam nele: Se vós permanecerdes na minha palavra, verdadeiramente sereis meus discípulos; E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.(João 8:31,32) c) O princípio da criação de Deus: Em face da vida caótica da igreja, Jesus é aquele que é a origem da criação. Como ele deu ordem aos caos do universo, ele pode arrancar a igreja do caos espiritual. Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez. (João 1:3) O segundo requisito que Cristo revela para um retorno a santidade é:
II- PARA SER SANTO NÃO BASTA IR A IGREJA TEM QUE SER IGREJA (v.15,16) 15 Conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente; quem dera foras frio ou quente! 16 Assim, porque és morno, e não és frio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca. A igreja de Laodicéia havia se tornado tão inútil, que Jesus estava quase a ponto de vomitá-la da sua boca. A igreja havia se tornado um point de encontro, um clube. Vejamos o contexto histórico ao qual Jesus usa para expressar está verdade espiritual. Laodicéia era um deserto. A água precisava ser importada. Laodicéia estava no meio de duas cidades especializadas no ramo de água. Hierápolis e Colossos. Hierápolis: há poucos quilômetros dali, era um verdadeiro ‘spa’ antigo, com suas fontes de águas quentes, usadas para o tratamento de varias doenças. Do lado oposto estava Colossos: uma pequena cidade cercada de fontes de água mineral fresca. Dessas duas cidades, vinha água para Laodicéia. Através de pequenos canos de barro. O problema é que a água quente que vinha de Hierápolis, chegava morna em Laodicéia, e a água fresca de Colossos, esquentava no calor do sol e chegava também morna. Não tem nada mais repulsivo do que beber agua morna! É exatamente a esse fato que Jesus se refere na sua carta. O que leva uma igreja a se tornar tão repulsiva? O que leva uma igreja a deixar de ser igreja? O irmão e pastor presbiteriano Hernandes Dias Lopes descreveu os sintomas que conduzem uma igreja a viver assim: 1) Quando ela se aparta da verdade. 2) Quando ela se mistura com o mundo. 3) Quando ela não discerne sua decadência espiritual. 4) Quando ela não associa a doutrina com a vida. Finalmente 5) Quando falta-lhe perseverança no caminho da santidade. O crente morno não é morno para tudo: Não é morno para o seu trabalho; divertimento, time de futebol, ídolo musical, internet e paixões mundanas. Leve a sério a mornidão espiritual, pois Deus leva isto muito a serio. Gálatas 6:7,8 Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará. Porque o que semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção; mas o que semeia no Espírito, do Espírito ceifará a vida eterna. Outra verdade a respeito da santidade é que:
III- SANTO É AQUELE QUE OLHA PARA JESUS MAIS DO QUE OLHA PARA AS SUAS SUPOSTAS HABILIDADES (v.17) 17 Como dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um desgraçado, e miserável, e pobre, e cego, e nu; Laodicéia estava presa naquilo que muitos ficam presos. Auto-suficiência gerada pelo o a) auto-engano: Laodicéia se considerava rica e era pobre. Sardes se considerava viva e estava morta. Esmirna se considerava pobre, mas era rica. Filadélfia tinha pouca força, mas Jesus colocara diante dela uma porta aberta. Muitos no dia do juízo vão estar enganados (Mateus 7:21,23). b) auto-sastifação: A igreja de Laodicéia era morna em seu amor a Cristo, mas amava o dinheiro. O amor ao dinheiro traz uma falsa segurança e uma falsa auto-satisfação. c) A tragédia de não ser o que se projetou ser e ser o que nunca se imaginou ser: Estava orgulhosa do seu ouro, roupas e colírio. Mas era pobre, nua e cega. Mendigos apesar de seus bancos, cegos apesar de seus pós frígios e nus apesar de suas fábricas de tecidos. Outra verdade a respeito da santidade é que:
IV- SANTO É AQUELE QUE SE RENDE AO APELO DE CRISTO (v.18)
Cristo está chamando Laodicéia assim como Ele nos chama todo tempo. a) Ele prefere dar conselhos em vez de ordens: 18 Aconselho-te; b) A suficiência está nEle: que de mim compres ouro provado no fogo, para que te enriqueças e roupas brancas, para que te vistas, e não apareça a vergonha da tua nudez; e que unjas os teus olhos com colírio, para que vejas. c) A preciosa mercadoria que Cristo oferece é melhor: O ouro que Cristo tem é o Reino do céu. A roupa que Cristo oferece são as vestes da justiça e da santidade. O colírio que Cristo tem abre os olhos para o discernimento.
V- SANTO É AQUELE QUE REPREENDIDO POR DEUS RETORNA AO PRIMEIRO AMOR COM ALEGRIA (v.19,20) O Senhor Jesus diz: a) Eu repreendo e castigo a todos quantos amo; Cristo ama a igreja de Laodiceia e não desiste dela. É por está razão que essas palavra estão registradas aqui. Cristo não tem a intenção de punir a igreja, mas corrigir e disciplinar. Hebreus 12:6 diz: Porque o Senhor corrige o que ama, E açoita a qualquer que recebe por filho. b) Jesus pede que a igreja se arrependa: sê pois zeloso, e arrepende-te. A piedade superficial nunca salvou ninguém. Não haverá hipócritas no céu. Devemos trocar os anos de mornidão pelos anos de zelo. c) Jesus faz o convite mais lindo: 20 Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo. Mediante todo este cuidado com a igreja enferma de Laodicéia só me resta concluir dizendo!
VI- SANTO É AQUELE QUE VENCE AS BATALHAS FIRMADO EM CRISTO (v.21,22) 21 Ao que vencer lhe concederei que se assente comigo no meu trono; assim como eu venci, e me assentei com meu Pai no seu trono.
Quer saber o final da história? Está carta mudou a vida daquela igreja. Laodicéia arrependeu-se e tornou-se uma das mais influentes igrejas da antiguidade. Prova disso é que, cerca de 100 anos depois dessa carta, Sagaris, um dos bispos da igreja de Laodicéia foi torturado e morto por sua fé em Cristo. Laodicéia nos mostra que:
1) Para ser santo é preciso ter o filho habitando em nós;
2) Mais do que ir, devemos ser igreja;
3) Devemos olhar unicamente para Jesus;
4) Nos alimentar dos conselhos e da palavra de Deus;
5) Devemos retornar rapidamente ao primeiro amor sempre que nos afastarmos dele. Termino está série alegremente dizendo: 22 Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas.[1]


[1] Adaptado do comentário de apocalipse de George Ladd e Hernandes Dias Lopes

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

06) FILADÉLFIA: POUCOS RECURSOS MUITAS VITÓRIAS NO SENHOR

 
SÉRIE: AS SETE IGREJAS DO APOCALIPSE
Texto: Apocalipse 3:7,13 (26-12-2013)
Lendo a respeito das sete igrejas, vemos que duas delas se destacam e que Jesus não faz nenhuma critica. A carta à igreja em Esmirna, uma congregação pobre que enfrentava perseguição, e a carta à igreja em Filadélfia, uma congregação fraca e limitada, mas que dependia de Deus. As únicas referências bíblicas a Filadélfia se encontram no Apocalipse (1:11; 3:7). Filadélfia situava-se em uma localização estratégica de acesso entre os países antigos de Frígia, Lídia e Mísia. Ela foi fundada por Atalo, rei de Pérgamo, cerca de 140 a.C. Atalo foi conhecido por sua lealdade ao seu irmão, assim dando origem ao nome da cidade (Filadélfia que significa amor fraternal). A região produzia uvas e o povo especialmente honrava Dionísio (deus dos romanos ou Baco o deus grego do vinho). A cidade servia como base para a divulgação do helenismo às regiões de Lídia e Frígia. Filadélfia foi destruída por um terremoto em 17 d.C. e reconstruída pelo imperador Tibério. Em alguns momentos de sua história, a cidade recebeu nomes mostrando uma relação especial ao governo romano. Depois de ser reconstruída, foi chamada brevemente de Neocesaréia. Durante o reinado de Vespasiano, foi também chamada de Flávia (nome da mulher dele, e a forma feminina de um dos seus nomes). Atualmente, a cidade de Alasehir fica no mesmo lugar, construída sobre as ruínas de Filadélfia. Mediante todo este histórico vejamos o que Jesus inicia dizendo a igreja localizada em Filadélfia. 7  E ao anjo da igreja que está em Filadélfia escreve: Isto diz o que é santo, o que é verdadeiro, o que tem a chave de Davi; o que abre, e ninguém fecha; e fecha, e ninguém abre:
I-DEUS TEM O CONTROLE PLENO SOBRE TODAS AS COISAS (v.7)
Deus possui total controle sobre todas as coisas! Ele é soberano! Por mais que venhamos a tentar resolver as coisas do nosso jeito. Seja de forma licita ou ilícita, o que Ele prepara para cada um de nós é muito melhor, mais santo, e mais verdadeiro do que possamos imaginar. Deus tem o controle genuíno sobre tudo e todos. O verso 7 declara que: a) Ele é Santo: A santidade é o primeiro atributo que Deus usa para nos revelar seu direito pleno não só de julgar, mas de julgar verdadeiramente. Não só vendo a parte que interessa, mas enxergando o homem como um todo. A prova disto é o que Tiago 1:16,17  diz: Não erreis, meus amados irmãos.  Toda a boa dádiva e todo o dom perfeito vem do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não há mudança nem sombra de variação. b) Ele é verdadeiro: Isto significa que Deus sempre cumpri suas promessas. Ele é fiel. O salmista declarou: O que fez os céus e a terra, o mar e tudo quanto há neles, e o que guarda a verdade para sempre; (Salmo 146:6), c) Ele tem a chave de Davi: A chave indica poder e autoridade. Conforme o profeta Isaías, o possuidor da chave tem acesso aos tesouros de Deus (Is.22:21,23). Os judeus afirmavam ser o verdadeiro povo de Deus que tinham em seu poder a chave do reino. O Apóstolo João declara que quem tem a chave é Jesus, ironicamente aquele que foi rejeitado pelos judeus. Jesus é aquele que abre e fecha as portas. Ele mesmo disse: É-me dado todo o poder no céu e na terra. (Mateus 28:18) Ele possui poder absoluto e exclusivo para permitir acesso e excluir do Reino de Deus. Outra verdade revelada através da igreja em Filadélfia é que:
II- DEUS NÃO NOS CHAMA PARA SERMOS FORTES, MAS SANTOS (v.8)
A nossa vitória consiste não em sermos muito fortes, mas sermos muito crentes. 1 Coríntios 1:27,29  Mas Deus escolheu as coisas loucas deste mundo para confundir as sábias; e Deus escolheu as coisas fracas deste mundo para confundir as fortes; E Deus escolheu as coisas vis deste mundo, e as desprezíveis, e as que não são, para aniquilar as que são; Para que nenhuma carne se glorie perante ele. O Pai procura por pessoas obedientes. Veja toda história bíblica e você verá que na galeria dos heróis da fé em (Hebreus 11) contém uma lista de pessoas a qual ninguém dava muito credito. Isto por que: a) Ele conhece as nossas obras e limitações: 8 Conheço as tuas obras. Cristo sabe das condições espirituais das igrejas e dos seus membros. b) Ele conhece nossas fraquezas e fragilidades: eis que diante de ti pus uma porta aberta, e ninguém a pode fechar; tendo pouca força. Filadélfia era uma igreja pequena, fraca e sem influências. Deus sabe que às vezes nos sentimos da mesma forma: pequenos, fracos e totalmente insignificantes. Ele sabe exatamente tudo o que vivenciamos. Outra verdade é que: c) Ele conhece a nossa fidelidade em meio às turbulências: guardaste a minha palavra, e não negaste o meu nome. Devemos confiar em Deus acima de tudo, pois no tempo oportuno ele vai nos honrar. No momento certo Ele trará paz e alegria ao coração aflito.
III-ELE NOS PROTEGE E GUARDA PORQUE NOS AMA (v.9)
9  Eis que eu farei aos da sinagoga de Satanás (Jesus usou o mesmo termo aos falsos judeus em Esmirna cap. 2:9), aos que se dizem judeus, e não são, mas mentem: eis que eu farei que venham, e adorem prostrados a teus pés, e saibam que eu te amo. A igreja em Filadélfia sofria perseguição por parte dos romanos, mas seu maior problema era os judeus que ali se residiam. É importante entendermos que o verdadeiro judeu não é aquele que frequenta uma sinagoga muito menos uma igreja hoje, mas é aquele que pela fé recebe a Jesus em seu coração. Paulo disse aos Romanos: Porque não é judeu o que o é exteriormente, nem é circuncisão a que o é exteriormente na carne. Mas é judeu o que o é no interior, e circuncisão a que é do coração, no espírito, não na letra; cujo louvor não provém dos homens, mas de Deus. (Romanos 2:28,29)
Apesar de serem fracos, os crentes em Filadélfia ficariam do lado do vencedor. Jesus promete algumas coisas à igreja. a) Seriam exaltados acima dos seus inimigos. b) Os inimigos se prostrariam em submissão aos vitoriosos (Isaias 60:14). c) Esta honra cedida aos discípulos serviria como prova do amor de Jesus para com os seus seguidores. Mas a maior;
IV- A PROMESSA MAIS PODEROSA QUE TEMOS COMO IGREJA É QUE JESUS ESTÁ VOLTANDO (vs.10,11) 10 Como guardaste a palavra da minha paciência, também eu te guardarei da (ἐκ, ἐξ, ek  ex, fora) hora da tentação que há de vir sobre todo o mundo, para tentar os que habitam na terra. O verso 10 provavelmente nos revela que não passaremos pela a grande tribulação. A Tribulação se refere ao período completo de sete anos, enquanto que a "Grande Tribulação" refere-se à segunda metade da Tribulação. Jesus fala sobre a segunda metade de 3 anos e meio ou grande tribulação da seguinte forma:  Porque haverá então grande aflição, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem tampouco há de haver. (Mateus 24:21). No verso 11, Jesus nos revela sua maior promessa dizendo: a) Eis que venho sem demora; Está é a ideia predominante de todo o livro. Jesus da uma advertência aos opressores e estimula os cristãos oprimidos a se manterem firmes. b) guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa. Jesus não está falando aqui de uma perda da salvação, pois é impossível um cristão genuíno perder a salvação, mas a coroa aqui faz menção a uma recompensa. Sobre isto Paulo disse: Se a obra que alguém edificou nessa parte permanecer, esse receberá galardão. Se a obra de alguém se queimar, sofrerá detrimento; mas o tal será salvo, todavia como pelo fogo. (1 Coríntios 3:14,15) O apostolo João disse:  Olhai por vós mesmos, para que não percamos o que temos ganho, antes recebamos o inteiro galardão. (2 João 8) Jesus da o mesmo desafio a igreja de Esmirna. Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida. (2:10) Outra revelação linda:
V- QUE COM ELE VIVEREMOS ETERNAMENTE (v.12)
a) A quem vencer, eu o farei coluna no templo do meu Deus, e dele nunca sairá; Está é uma linguagem simbólica que dá certeza de admissão no Reino de Deus, quando este for consumado. b) e escreverei sobre ele o nome do meu Deus, e o nome da cidade do meu Deus, a nova Jerusalém, que desce do céu, do meu Deus; É um símbolo de posse. O nome de Deus era colocado sobre o povo de Israel (Numero 6:27). Os que trazem em si o nome de Deus pertencem a Deus. c) e também o meu novo nome; Isto é uma maneira simbólica de dar uma ideia da gloria e da majestade de Cristo quando Ele se revelar, da qual participara todos os seus seguidores. Concluindo
VI-DEUS ADMOESTA AS SETE IGREJAS A OUVIR A VOZ DO ESPIRITO (v.13) 13 Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas. Está é a voz que nós precisamos buscar ouvir. É ela que nos conduz a entendermos quem realmente somos e quem Deus realmente é. Olhando para Filadélfia entendemos que: Deus é soberano; Que Ele nos chama para sermos santos e obedientes acima de tudo; Que o Senhor nos protege e guarda porque nos ama com amor incondicional; A maior prova de amor é que Ele está voltando para buscar a noiva para viver com Ele eternamente.

Wellington & Silvia Costa

Wellington & Silvia Costa

Total de visualizações de página