VOZES & DOSES

VOZES & DOSES
Olá graça e paz! O Vozes & Doses é um blog sem fins lucrativos que visa o aperfeiçoamento e edificação dos seus leitores e seguidores. O intuito primário deste site é apregoar e ministrar o evangelho ensinado por Cristo Jesus de forma simples e séria. O Vozes & Doses serve também como ferramenta de ajuda homilética e hermenêutica para pastores e professores. Sendo assim seja muito bem vindo e desfrute ao máximo das mensagens e devocionais aqui contidos. Grande abraço e que Deus te abençoe ricamente. Wellington R Costa (Editor do Vozes & Doses)

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

2012 & 2013



Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor. 1 Cotintios 15:58 


Sempre no inicio de mais um ano sonhamos, estabelecemos metas, tentamos levar conosco as boas lembranças do ano que vai se findando e assim por diante. Para mim o ano de 2012 foi e tem sido um ano de muitas lutas e muitas conquistas. Eu diria que está sendo um ano muito marcante. Eu vivenciei assim como você que agora lê esta meditação, experiências que marcaram, e muitas que pretendo não levar comigo para o futuro. A vida é assim mesmo!
Paulo nos ensina algo lindo nesta pequena consideração. E o principio aqui deixado por ele é que na vida sempre experimentaremos momentos bons e ruins, períodos de enfermidade, saúde, escassez e bonança e dentre eles muitos momentos de mudança.
Mesmo com todas estas adversidades da vida o apostolo nos admoesta a olhar para vida como um dom de Deus. Algo que não deve ser desperdiçado de qualquer maneira. Ele nos mostra que apesar de tudo o que enfrentamos na nossa trajetória o nosso trabalho não é vão no Senhor. Ele nos mostra que Deus sempre está presente no barco conosco por mais que se pareça distante. Em meu período de férias meditei muito sobre isto, pois experimentei um momento que havia pedido tanto a Deus em oração que me poupasse de tal. A Chloe nossa filhinha, como alguns já sabem, sofrem de uma doença rara que é chamada de ossos de vidros. Estávamos em uma cidade pequena do interior na casa dos meus sogros e ali a Chloe fraturou o fêmur esquerdo e cidade pequena todos já sabem como é! Começamos a nossa correria e toda a nossa agenda foi mudada! Não tínhamos mais controle daquela situação tão aguda. Pude perceber neste momento de luta as palavras de Paulo ao coração daqueles irmãos em Corinto de que Deus não nos deixa só e que seu proposito sempre nos abençoa muito. Fui recebendo de Deus naqueles momentos de lágrimas forças para ser firme, constante e muito mais que abundante em meio aquela tormenta. Deus nos ensina muito na tempestade! Meus 10 dias naquele lugar se tornaram quase um mês inteiro. Quer saber os resultados de tudo isto que vivenciamos ali? Deus nos usou poderosamente para abençoar a igreja batista daquela cidade, pois ministramos ali todos os sábados, domingos de manha e noite desde quando chegamos. Deus nos abençoou de forma muita especial naquele lugar! Até nas nossas finanças Ele deu uma mexida. Ele é bom e está nos preparando a cada dia que se passa para caminhar com você neste período de 2013. E eu tenho certeza de uma coisa, que se seguirmos os conselhos de Paulo, veremos um 2013 tão rico como o 2012. Que Deus nos ajude a olhar para obra dEle com olhos de amor e graça. Que a moderação nos guie para o centro da vontade dEle. Que a constância nos conduza para a esperança de que momentos ruins sempre passam. E que tudo isto nos faça enxergar que o nosso trabalho nunca será vão!
Que Deus vos abençoe
Wellington R Costa

2013 RENOVANDO MIMHA CAMINHADA COM O PAI



Jeremias 29:13 Buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscardes de todo o vosso coração. Isaías 55:6 Buscai ao Senhor enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto.

Sempre na passagem de ano fazemos votos, planejamentos, sonhamos e clamamos a Deus por um futuro melhor. Almejamos e imaginamos um futuro muito melhor do que o passado e que todo este pacote aconteça de uma só vez no presente. No presente pelo o simples fato de que às vezes não desfrutarmos tão bem dele como deveríamos. Enquanto escrevo esta meditação acalento em meu coração os mesmos e mais dignos desejos. Anseio que o 2013 seja mil vezes melhor do que o 2012 e de preferencia sem turbulências.
A questão é que nem sempre as coisas são como são e muito menos são como queremos que sejam. Deus nos ensina coisas novas. A nossa simplicidade e inexperiência também nos conduzem por diversas aventuras e vales aos quais nunca entraríamos se soubéssemos a resposta final. A vida segue e logo outro ano começa a mostrar suas facetas. E Tudo é tão rápido que de Janeiro a Dezembro parece que não vivenciei na integra os meus 365 dias.
É por isto que me sinto na necessidade e na responsabilidade de meditar com você a respeito dos versículos acima. Ambos os profetas recebem da parte de Deus um convite. Não é um simples convite, mas uma promessa condicional. Este convite condicional de Deus nos revela o desejo dEle em fazer parte dos nossos planos, sonhos e realizações. Deus não quer perder nada da nossa festa. Ele também não é um simples observador lá do alto ou alguém distante, mas sim um participante e amigo fiel de toda a trajetória.
Deus nos convida a um relacionamento mais profundo. Nos chama para perto. Ele quer nos renovar assim como o ano se renova. Ele está dizendo: Se você me buscar com todo o seu coração, Eu estarei contigo. Deus deseja que busquemos a sua face. Sendo assim que o 2013 seja o ano da nossa busca pela a presença do Pai. Que Ele seja o centro da nossa caminhada. Se assim fizermos veremos grandes coisas acontecendo. Ele mesmo prometeu: E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra. 2 Crônicas 7:14
Feliz 2013 e que sua caminhada com Deus se renove a cada dia mais.
Sãos os nossos mais sinceros votos

pr. Well, Sil e Chloe Costa 

VIVER A VIDA É USAR O TEMPO COM SABEDORIA E ZELO



Eclesiastes 3:1 “TUDO tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu.”

Dentre as várias difículdades da vida que temos citado neste processo de jejum e oração e os vários dramas enfrentados pela a humanidade. Eu diria que a administração do tempo é uma das áreas que mais sofrem feridas no seu percurso. O tempo e a mordomia cristã estão sendo colocados em pacotes separados sendo que ambos deveriam andar juntos. Não existe mordomia sem discipulado, nem discipulado sem disciplina muito menos disciplina sem organização e administração do tempo. Se essas coisas não estão bem delineadas em sua caminhada cristã então eu diria que você não tem sido um bom mordomo na casa de Deus. Quando não conseguimos administrar o tempo com excelência encontramos então dificuldade para expressar e cuidar com sabedoria de outras áreas da vida onde tempo é algo primordial.
Um dos sinais e sintomas de uma péssima organização do tempo se da quando começamos a afirmar: “Há se o meu dia tivesse mais de 24 horas, talvez eu pudesse render muito mais.” Se você tem dito isto! Desculpa-me dizer, mas você não é uma pessoa organizada com o tempo da qual Deus tem te proporcionado. Pois Deus nos deu um chronos perfeito. Afirmar que ele não é suficiente é blasfemar contra Deus e dizer que Ele é que está errado na sua criação.
Sabendo então que viver a vida é usar o tempo com sabedoria e zelo. A pergunta seria: Como posso usar o meu tempo com sabedoria?  Gostaria de sugerir quatro passos que acredito serem muito úteis para a sua vida como mordomo de Deus.
 I-PRECISAMOS VER O NOSSO DIA (TEMPO) COMO UM DOM DE DEUS
Isto significa que o nosso dia não é um fardo, mas sim uma oportunidade que Deus nos proporciona para servi-Lo. Jesus disse em Mateus 6:34  “Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal.” Nem sempre queremos colocar um “basta”nos nossos afazeres. E isto nos torna seres compulsivos! Salomão deixa bem claro que:“TUDO tem o seu tempo determinado...” Quando não conseguimos ver o tempo como um dom precisamos então ouvir do Pai. “Aquietai-vos, e sabei que eu sou Deus” (Salmos 46:10a)
II-PRECISAMOS VER O NOSSO DIA (TEMPO) COM AÇÕES DE GRAÇA
Devemos celebrar e dar graças ao grande Deus quando acordamos pela manhã. Porque cada dia que Deus nos proporciona é um presente, é uma dádiva da vida. Mostra que por mais um dia de vida iremos realizar e contemplar a vontade do Pai. Jesus disse: “Não andeis ansiosos quanto à vossa vida,” (Mateus 6:25a) A ansiedade é pecado e nos torna seres mal agradecidos. Como você tem enxergado o dia que o Senhor lhe presenteia? O apostolo Paulo nos dá uma grande dica: “Não estejais inquietos por coisa alguma; antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos sentimentos em Cristo Jesus.” (Filipenses 4:6,7) Por isto:
III- ENTREGUE O SEU DIA NAS MÃOS DE DEUS NÃO RETENHA, POIS O TEMPO É ALGO PRECIOSO
O salmista disse: “Os meus tempos estão nas tuas mãos; livra-me das mãos dos meus inimigos e dos que me perseguem.” (Salmos 31:15) As vezes os maiores inimigos do nosso tempo somos nos mesmos. Às vezes buscamos justificativas para explicar as nossas negligencias. Culpamos o diabo, não achamos que o nosso tempo seja suficiente, culpamos a Deus, a sogra, o vizinho, o trabalho, mas nunca assumimos que somos nós que não queremos depositar o nosso dia nas mãos do Senhor.
Use o seu tempo de forma adequada e não o perca! Crie hábitos para um maior aproveitamento, separe tempo para se relacionar com Deus e com a sua Palavra. Deus deve ser glorificado a todo tempo em nossa vida. Seja disciplinado!
Conclusão
Talvez a sua pergunta agora seja. Como posso colocar isso em prática? Primeiramente peça a Deus sabedoria. Tiago disse: “E, se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente...” (Tiago 1:5) Em segundo lugar Deus deve ser prioridade em sua vida diária. O salmista escreveu: “Com que purificará o jovem o seu caminho? Observando-o conforme a tua palavra. Com todo o meu coração te busquei; não me deixes desviar dos teus mandamentos. Escondi a tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra ti.” (Salmo 119:9,11) Finalmente:  Não tente impressionar os outros, mas siga a vontade de Deus para a sua vida pois Ele é quem cuida de nós. Pedro disse: “Lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós.” (1 Pedro 5:7)

Pastor Wellington R. Costa

QUEM ÉS TU, QUE JULGAS O SERVO ALHEIO?



Romanos 14



Esta com certeza é uma pergunta bem dura! Já te questionaram desta forma alguma vez? Na verdade esta interrogação tão direta está sendo feita por Paulo aos santos que vivem em Roma. Com toda a certeza perguntas diretas quando dirigidas a nós causam bastante desconforto e isto é um fato, pois ninguém gosta de ser confrontado diretamente. No capitulo 14 da carta aos Romanos esta mesma pergunta é feita duas vezes, uma no verso 4 e a outra um pouco mais adiante no verso 10. Mas qual é a razão pela qual Paulo está dirigindo está questão a igreja?

A verdade é que às vezes criamos tantos dogmas, julgamentos e fardos para as nossas vidas, que como se não bastasse acabamos depositando este mesmo peso na vida das outras pessoas. Esta é nossa preocupação em querer defender a nossa fé e crença com unhas e dentes dizendo isto é certo e isto é errado ou isto nos é permitido, mas isto aqui não, e assim por diante. Criamos tabus e colocamos pontos e vírgulas na Bíblia aonde na verdade elas não existem. Julgamos, criticamos e repreendemos com tanta veemência e veracidade de fatos que às vezes até esquecemos que somos corpo de Cristo, irmãos, servos uns dos outros, santos etc.

Paulo nesta pergunta tão direta e tão dolorosa feita aos cristãos, mais precisamente eu e você, tem o desejo de quebrar nossos paradigmas, nossos corações orgulhosos, cheios de si, e inconscientemente donos da verdade (verdade está que nós mesmos criamos quando lemos a Bíblia como uma arma de julgamento alheio) Ele conclui o capítulo 14 dizendo o seguinte: Não destruas por causa da comida a obra de Deus. É verdade que tudo é limpo, mas mal vai para o homem que come com escândalo. Bom é não comer carne, nem beber vinho, nem fazer outras coisas em que teu irmão tropece, ou se escandalize, ou se enfraqueça. Tens tu fé? Tem-na em ti mesmo diante de Deus. Bem-aventurado aquele que não se condena a si mesmo naquilo que aprova. Mas aquele que tem dúvidas, se come está condenado, porque não come por fé; e tudo o que não é de fé é pecado. (versos 20 a 23)

Quando leio isto logo percebo o que está claro por todas as páginas da Bíblia, devemos viver uns para os outros em amor incondicional agape. Paulo nos convida a sermos mais tolerantes, respeitosos, e a colocarmos em prática o fruto do espírito. Cristianismo sem fé é pecado, pois nos torna escravos daquilo que não o somos e nunca poderemos ser.



No amor de Cristo seu irmão e pastor Wellington & Silvia Costa

Buscando a Deus, Vivenciando um Avivamento e Escrevendo uma Nova História



Texto: 2 Crônicas 7:11,18

Este versículo foi dado a Salomão na dedicação do Templo. Deus avisou ao povo que a desobediência à Sua Palavra por causa do pecado traria conseqüências terríveis, para a sua terra.
Sendo assim Deus em sua infinita graça estabelece as condições necessárias para reverter o seu julgamento sobre a nação de Israel. Ele promete que o povo receberia alivio e refrigério das dificuldades causadas pelo pecado. Se eles voltassem para Ele em humildade e oração.
Deus não só endereçou 2 Crônicas 7:14 ao povo daquela época, mas a mim e a você. Pessoas que se identificam com Ele, com a sua obra, e seu trabalho. Ele está falando de pessoas que poderíamos chamá-las salvas.
Mas quais os requisitos de Deus para que isto aconteça?
I. Um Verdadeiro Avivamento Exige Uma Busca de Deus Genuína
2 Crônicas 7:14a E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra.
 Para que um avivamento possa se tornar uma realidade, o povo de Deus deve cumprir quatro exigências mencionadas no verso 14.
A.           Um Chamado para Preparação - Humildade – “se humilhar” Mateus 23:12;  Tiago 4:6 e 10; 1 Pedro 5:5,6.
B.            Um Chamado à oração - Oração – “e orar” Tiago 4:2; João 14:13,14; 1 Tessalonicenses 5:17   
C.            Uma Chamada Para a busca intensa - Devoção - O terceiro requisito é a de "buscar a Sua face".
D.           Um Chamado para a pureza de coração – Arrependimento- Isaias 55:7; Ezequiel 18:31; Atos 17:30
Quando cumprimos as quatro exigências de Deus alcançamos então suas promessas de amor. 2 Crônicas 7:14b então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra.
II. Um Verdadeiro Avivamento Traz Recompensas Verdadeiras
Deus ouve o clamor do povo, perdoa os pecados, e sara a terra. Isaias 59:1,2; Lucas 11:2; 1 João 1:9
III- Um Verdadeiro Avivamento Alarga Nosso Relacionamento Com o Pai e Atingi Aqueles que nos Rodeiam 2 Crônicas 7:15,18
Observe que a condição e a promessa fora dada ao "povo de Deus". No entanto, quando o refrigério veio atingiu toda a nação. A implicação é clara: Um avivamento genuíno afeta aqueles que estão no mover e todos aqueles que estão ao redor!
O avivamento é uma possibilidade real! No entanto, a palavra chave neste versículo é a palavra "Se". Depende de nós, devemos buscar a Deus para o cumprimento desta realidade maravilhosa em nossas vidas.

Dos seus irmãos e servos Pr. Wellington, Silvia, & Chloe Costa

Wellington & Silvia Costa

Wellington & Silvia Costa

Total de visualizações de página