VOZES & DOSES

VOZES & DOSES
Olá graça e paz! O Vozes & Doses é um blog sem fins lucrativos que visa o aperfeiçoamento e edificação dos seus leitores e seguidores. O intuito primário deste site é apregoar e ministrar o evangelho ensinado por Cristo Jesus de forma simples e séria. O Vozes & Doses serve também como ferramenta de ajuda homilética e hermenêutica para pastores e professores. Sendo assim seja muito bem vindo e desfrute ao máximo das mensagens e devocionais aqui contidos. Grande abraço e que Deus te abençoe ricamente. Wellington R Costa (Editor do Vozes & Doses)

terça-feira, 9 de julho de 2013

A ORAÇÃO DE PAULO É TAMBÉM A MINHA!


SÉRIE EFÉSIOS
Texto: Efésios 1:15,23
A carta aos Efésios expressa de maneira surpreendente está oração linda de Paulo. Revela-nos o seu senso de valores e o espelho de sua vida interior. Mesmo em cadeias Paulo tem o anseio de nos mostrar as bênçãos e a vida plena que possuímos em Cristo.
É por isto que ele começa com as palavras: "por esta razão" Paulo aqui está olhando para trás, para a passagem que já estudamos nos vs.3-14, isto é...
“Por esta razão”... 1) fomos escolhidos pelo Pai; 2) para receber a redenção e o perdão através do Filho e fomos então 3) selados pelo Espírito que é a garantia da nossa herança em Cristo. ... que oro por vocês, porque é preciso que vocês verdadeiramente entendam estas verdades!
Em outras palavras nos versos anteriores (1:1,14) Paulo nos ensina a respeito das ricas bênçãos que recebemos de Deus através da morte do Senhor Jesus Cristo. Ali entendemos que todas as bênçãos do Espirito! São dadas pelo o Pai! Se estamos no Filho e que a predestinação não exime o ser humano de sua responsabilidade de crer no evangelho. A partir do capitulo 1:15,23 Paulo intercede pedindo a Deus que abra os olhos dos nossos corações para que possamos discernir, saber e celebrar a salvação que possuímos no Pai através do selo do Espirito Santo.  Paulo em sua oração pelos irmãos em Éfeso não pede por bênçãos matérias, mas clama a Deus que abra a mente, os olhos do coração deles para que eles entendam e celebrem aquilo que já possuem. Paulo em sua oração mostra também qual deve ser o anelo do nosso coração quando oramos e intercedemos uns pelos os outros. Vejamos então o ponto de partida dele: Ele inicia a sua oração pedindo e suplicando a Deus que conceda aos irmãos em Eféso o espirito de:
I- SABEDORIA E REVELAÇÃO NO PLENO CONHECIMENTO DE DEUS
Efésios 1:17 Para que o Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai da glória, vos dê em seu conhecimento o espírito de sabedoria e de revelação;
O desejo mais profundo e o anelo do coração de todo aquele que se achega a Deus deve ser conhece-lo mais e mais. Quanto mais conhecemos a Deus mais descobrimos a respeito da nossa identidade em Cristo.
É por isto que Paulo inicia sua oração pedindo que o Senhor nos conceda o espirito de sabedoria. Pois a mente natural, carnal e humana não é capaz de discernir as coisas espirituais. A mente carnal nos afasta da mente de Deus. Só o Espirito Santo é capaz de nos revelar os desígnios, à vontade e o proposito de Deus. Só o Espírito de Deus pode abrir as cortinas da nossa alma para entendermos suas riquezas insondáveis. É o pleno conhecimento de Deus que nos conduz a salvação. Jesus em sua oração disse: E a vida eterna é esta: que te conheçam, a ti só, por único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste. (João 17:3) É o pleno conhecimento de Deus que nos conduz a vida plena de Cristo. Filipenses 3:10 Quero conhecer a Cristo, ao poder da sua ressurreição e à participação em seus sofrimentos, tornando-me como ele em sua morte (NVI) É o pleno conhecimento de Deus que nos conduz a conhecermos quem realmente somos e a termos comunhão uns com os outros 1 Coríntios 13:12  Porque agora vemos por espelho em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei como também sou conhecido. Paulo tem o desejo que a Igreja conheça a Deus em sua plenitude. Isto não significa ser um simpatizante, ou conhecer a respeito de Deus, ou ter ido para o seminário, ou frequentar uma igreja por causa dos amigos. Mas é conhecê-lo, relacionar-se, ter comunhão e intimidade com Ele. Paulo continua a sua oração intercessória pedindo:
II- QUE OS OLHOS DO CORAÇÃO DE SEUS LEITORES SEJAM ILUMINADOS
Efésios 1:18 Tendo iluminados os olhos do vosso entendimento, para que saibais qual seja a esperança da sua vocação, e quais as riquezas da glória da sua herança nos santos;
John Stott nos explica que “na linguagem bíblica, o coração é o completo eu, que consiste da mente bem como da emoção. Portanto, os olhos do coração são simplesmente nossos “olhos interiores”, que precisam ser abertos ou iluminados antes de podermos compreender a verdade de Deus.”
Sendo assim fora da obra do Espirito Santo os olhos do coração são cegos. É por isto que muitos vivem sem esperança e não existe nada pior do que viver por viver. A desesperança é o que destrói muita gente. Na época de Paulo muitos se encontravam assim. O mundo naqueles dias era marcado por grande violência, idolatria e perversidade, a humanidade vivia sem esperança e os seus valores morais e éticos estavam comprometidos. Paulo expressa isto em Efésios 2:2 Em que noutro tempo andastes segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe das potestades do ar, do espírito que agora opera nos filhos da desobediência. Paulo aqui encoraja os irmãos e a igreja, a saber, conhecer e a buscar incessantemente:
a) A ESPERANÇA DO CHAMADO DE DEUS: Não existe nada mais importante do que conhecer o nosso chamado. Uma pessoa que vive sem esperança fica vulnerável as ciladas da vida, dos seus próprios fantasmas da mente, e do diabo. Uma prova disto é uma expressão popular que dizia: “Nunca ter nascido é a maior felicidade; a segunda semelhante a está é morrer ao nascer”. Queridos a nossa esperança não será concretizada apenas na ressurreição quando Cristo voltar, mas está se realizando neste momento, pois estamos gradualmente nos transformando em novas criaturas Cristo!
2 Coríntios 4:16,18  Por isso não desfalecemos (desanimamos); mas, ainda que o nosso homem exterior se corrompa, o interior, contudo, se renova de dia em dia. Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós um peso eterno de glória mui excelente; Não atentando nós nas coisas que se vêem, mas nas que se não vêem; porque as que se vêem são temporais, e as que se não vêem são eternas.
A esperança do nosso chamado nos conduz para:
b) AS RIQUEZAS DA HERANÇA DE DEUS: A fonte de nossa esperança é conhecer as riquezas espirituais de Deus. É conhecer a vida eterna e o lugar que Ele tem preparado para aqueles que pertencem a Ele. É saber que o Deus Pai nos escolheu e nos adotou; que o Deus Filho nos redimiu e nos perdoou e que o Deus Espírito Santo nos selou e nos deu o seu penhor que é a garantia da vida eterna. Efésios 1:12,13 Com o fim de sermos para louvor da sua glória, nós os que primeiro esperamos em Cristo; Em quem também vós estais, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação; e, tendo nele também crido, fostes selados com o Espírito Santo da promessa. Paulo ora para que os olhos dos nossos corações sejam iluminados com:
c) O GRANDE PODER DE DEUS MANIFESTADO NA RESSURREIÇÃO E EXALTAÇÃO DE CRISTO: Efésios 1:19,20 E qual a sobre excelente grandeza do seu poder sobre nós, os que cremos, segundo a operação da força do seu poder, Que manifestou em Cristo, ressuscitando-o dentre os mortos, e pondo-o à sua direita nos céus. Isto significa que: Se o chamamento aponta para o passado, a herança que temos nEle aponta para o futuro. Em Cristo nós somos a riqueza de Deus. O presente de Deus. Nós somos o tesouro de Deus. A menina dos olhos de Deus, a delícia de Deus. Somos filhos, herdeiros, co-herdeiros, santuários, e ovelhas do aprisco de Deus. Finalmente Paulo ora para que conheçamos o poder de Deus em nossas vidas e QUE:
III- CRISTO REINE EM NOSSAS VIDAS COMO O CABEÇA DA IGREJA
Efésios 1:21,23  Acima de todo o principado, e poder, e potestade, e domínio, e de todo o nome que se nomeia, não só neste século, mas também no vindouro; E sujeitou todas as coisas a seus pés, e sobre todas as coisas o constituiu como cabeça da igreja, Que é o seu corpo, a plenitude daquele que cumpre tudo em todos.
Isto significa a preeminência de Cristo sobre a igreja. Deus estabeleceu uma relação singular entre Cristo e a igreja. E Paulo ora para que os irmãos em Éfeso entendam, vivam e pratiquem esta verdade linda.
Charlie C Ryrie disse: Está Igreja universal demonstrada por Paulo aqui é o lugar á qual todo o Cristão verdadeiro pertence, não importando á qual igreja local esteja filiado. É um organismo espiritual no qual cada membro ingressa por meio do batismo com o Espirito Santo. 1 Coríntios 12:13  Pois todos nós fomos batizados em um Espírito, formando um corpo, quer judeus, quer gregos, quer servos, quer livres, e todos temos bebido de um Espírito. Cristo é o Senhor ressurreto da Igreja e seus membros estão sujeitos a Ele. Sendo assim: Cristo como Cabeça da Igreja sublinha três coisas: 1) Cristo tem autoridade suprema sobre a igreja: Ele a governa, guia e dirige; 2) Entre Cristo e a Igreja existe uma união vital: Uma união tão íntima e tão real como é a da cabeça com o corpo. É uma união íntima, terna e indissolúvel; 3) A igreja é inteiramente dependente de Cristo: A vida, o poder, e tudo quanto é necessário a existência da igreja deriva de Cristo. A igreja é a plenitude de Cristo.
CONCLUSÃO
Paulo orou pedindo e suplicando a Deus que concedesse aos irmãos em Eféso o espirito de: SABEDORIA E REVELAÇÃO NO PLENO CONHECIMENTO DE DEUS; QUE OS OLHOS DO CORAÇÃO DELES FOSSEM ILUMINADOS E QUE CRISTO REINE A CADA DIA MAIS EM NOSSAS VIDAS COMO O CABEÇA DA IGREJA. Sendo assim:
1) À luz do que Paulo pediu, como você avalia a sua vida espiritual? Você tem usufruído as riquezas que você tem em Cristo?
2) Você tem crescido no relacionamento íntimo com Deus? Você conhece mais a Deus? Você tem fome e sede de Deus?
3) Você compreende a esperança do seu chamado: de onde Deus o chamou, para que Deus o chamou e para onde Deus o chamou?
4) Você compreende o quão valioso você é para Deus?
5) Você tem experimentado de forma prática o poder da ressurreição na sua vida?[1]



[1] Está mensagem foi adaptada dos seguintes estudos: Estudo de Efésios do pastor Ary Veloso; da Bíblia Anotada com o comentário de Charles C. Ryrie, da Bíblia Plenitude; e do sermão do Reverendo Hernandes Dias Lopes, Você sabe quão rico você é? http://www.hernandesdiaslopes.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Wellington & Silvia Costa

Wellington & Silvia Costa

Total de visualizações de página