VOZES & DOSES

VOZES & DOSES
Olá graça e paz! O Vozes & Doses é um blog sem fins lucrativos que visa o aperfeiçoamento e edificação dos seus leitores e seguidores. O intuito primário deste site é apregoar e ministrar o evangelho ensinado por Cristo Jesus de forma simples e séria. O Vozes & Doses serve também como ferramenta de ajuda homilética e hermenêutica para pastores e professores. Sendo assim seja muito bem vindo e desfrute ao máximo das mensagens e devocionais aqui contidos. Grande abraço e que Deus te abençoe ricamente. Wellington R Costa (Editor do Vozes & Doses)

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

IGREJA EMERGENTE SERA QUE ISTO É O QUE DEUS PREPAROU PARA A POS MODERNIDADE?



Romanos 10:17 Conseqüentemente, a fé vem por ouvir a mensagem, e a mensagem é ouvida mediante a palavra de Cristo.  Amos 8:11 “Estão chegando os dias”, declara o SENHOR, o Soberano, “em que enviarei fome a toda esta terra; não fome de comida nem sede de água, mas fome e sede de ouvir as palavras do SENHOR. 2 Timóteo 4:3 Pois virá o tempo em que não suportarão a sã doutrina; pelo contrário, sentindo coceira nos ouvidos, segundo os seus próprios desejos juntarão mestres para si mesmos. 1 Timóteo 4:1,3 O Espírito diz claramente que nos últimos tempos alguns abandonarão a fé e seguirão espíritos enganadores e doutrinas de demônios. Tais ensinamentos vêm de homens hipócritas e mentirosos, que têm a consciência cauterizada e proíbem o casamento e o consumo de alimentos que Deus criou para serem recebidos com ação de graças pelos que crêem e conhecem a verdade.

Tive a oportunidade de visitar algumas igrejas na Europa e pude contemplar ali muitas delas vazias com apenas um grupo de velhinhos cultuando ao Senhor em um templo enorme que continha um órgão, e toda uma formalidade cultual que não se encaixava com o tempo muito menos com a sociedade daquele lugar. Em decorrência a isto vi também muitos templos fechados e muitos que já haviam sido vendidos para se tornarem lojas, pubs e muitas outras coisas. Parece engraçado o que vou dizer, mas a minha lua de mel foi em uma igreja que havia se tornado um pequeno hotel em Edinburgh.  
Sempre me interrogava com a seguinte questão! Por que não contextualizar? Percebia ali que a preocupação daquelas pessoas se centrava mais em manter a historia daqueles templos do que transformar a vida das pessoas, e que contextualizar era o mesmo que fugir das verdades Bíblicas. Mais uma vez meu coração me questionava! Até onde está afirmação é verdadeira? Considerando que Jesus morreu por pessoas e não por templos! Em Atos 17:24 diz: “O Deus que fez o mundo e tudo o que nele há, sendo ele Senhor do céu e da terra, não habita em templos feitos por mãos de homens.” Sendo assim igreja não é um edifício, mas sim as pessoas que fazem parte desse edifício.
Em meio a este radicalismo gerado pela a falta de equilíbrio de muitos lideres vi igrejas sendo dramaticamente fechadas! E na intenção de sanar está situação caótica pude presenciar também o nascimento de vários segmentos. Alguns destes bons e outros muito danosos para a igreja de Cristo. Um destes segmentos que tem crescido muito no mundo inteiro é o conceito de igrejas emergentes.
Mas o que vem a ser isto? Definir Igreja Emergente não é uma tarefa muito fácil e isto se dá ao fato da imensidão de argumentos, pensamentos doutrinários e a grande dimensão de denominações que tem sido gerada no decorrer destas ultimas décadas. Mas vamos à fonte. Segundo o portal Igreja Emergente [www.igrejaemergente.com.br], uma igreja emergente é basicamente “um movimento cristão onde as pessoas buscam viver sua fé em um contexto social pós-moderno”. Cunhada no final da década de 90, a terminologia se aplica aquelas comunidades que tem como principal marca a propagação do evangelho dentro das diferentes culturas urbanas.  A igreja emergente é um movimento da Igreja Protestante, iniciado por americanos e ingleses, com a finalidade de alcançar a Geração Pós-moderna. Refletindo as necessidades e os valores percebidos desta geração, as igrejas emergentes enfatizam o autêntico, a expressão criativa e uma perspectiva sem julgamentos, procurando reavaliar as doutrinas (ecclesia reformata, semper reformanda...). Igreja emergente é simplesmente um termo usado para denominar as igrejas que nasceram ou que foram [re] estruturadas para um contexto pós-moderno, pós-cristão de ser Igreja no Mundo de hoje.
(http://igrejaemergente.blogspot.com/2006_01_01_igrejaemergente_archive.html)
Olhando por este contexto percebo que muitas igrejas têm cumprido este papel a começar pela á musica que ouvimos na maioria delas hoje. Isto não significa que deixamos de amar o Cantor Cristão ou a Harpa Cristã. Quantas vezes já chorei ouvindo estas musicas observando o nível de espiritualidade que seus escritores expressavam por viverem em um contexto de perseguição.
O que me preocupa profundamente nesta nova onda ou ordem neo-reformada de igrejas Emergentes é a doutrina a qual sustentam os seus valores morais e éticos. Por se preocuparem tanto com as pessoas e com a sociedade de forma geral, verdades inegociáveis do evangelho de Cristo têm sido tratadas como algo simplesmente démodé. Vejamos aqui a prova disto.
As igrejas emergentes não possuem sistemas ou fórmulas, são variáveis conforme o contexto cultural, interdominacionais, não podem ser copiadas, não possuem uma doutrina definida e sim procuram expressar Deus em diversas formas, tentando desconstruir as barreiras que as denominações impuseram. Existe uma variedade de Igrejas Emergentes com diferentes interpretações teológicas em que elas acreditam. Somente porque você ouviu dizer que uma Igreja é "Emergente ", não significa que elas possuem os mesmos valores ou praticam as mesmas coisas. (http://igrejaemergente.blogspot.com/2006_01_01_igrejaemergente_archive.html)
Quer um exemplo disto. Eu gostava muito dos pequenos vídeos do pastor Rob Bell líder e fundador da Igreja Mars Hill Bible Church localizada em Grandville, Michigan, nos Estados Unidos da América. Eu digo gostava, pois quando li mais aprofundadamente suas idéias teológicas observei que ele falava de aspectos bíblicos que não se fundamentam na Palavra muito menos nos ensinos de Cristo e seus Apóstolos. O teólogo emergente Rob Bell é universalista. Quer saber o que significa isto? Universalismo é a doutrina teológica de que todas as almas acabaram por ser salvas e que não há tormentos do inferno.
É triste, mas pregações sobre arrependimento têm sido varridas dos cultos. O arrependimento pregado por Cristo e seus seguidores está sendo banalizado. Jesus disse: Não, eu vos digo; antes, se não vos arrependerdes, todos de igual modo perecereis. (Lucas 13:3) Em Atos dos apóstolos temos o seguinte registro: Mas Deus, não levando em conta os tempos da ignorância, manda agora que todos os homens em todo lugar se arrependam; porquanto determinou um dia em que com justiça há de julgar o mundo, por meio do varão que para isso ordenou; e disso tem dado certeza a todos, ressuscitando-o dentre os mortos. (Atos 17:30,31)
Outros ensinos que tenho observado fortemente entre as Igrejas Emergentes é a forte ênfase de que a humanidade com Cristo esta isenta de sofrimento como vemos fortemente no evangelho simplista e pragmático propagado por tele-evangelistas a respeito da teologia da prosperidade. (Para mim está é a heresia das heresias) Lideres gananciosos e obstinados enriquecendo as custas de pessoas cegas por não ouvirem a verdade.
Quando estudamos sobre Igrejas Emergentes fica claro que a primeira característica do movimento se fundamenta no protesto contra os modelos tradicionais de igreja que ainda sobrevivem em uma sociedade moderna. Dizem os emergentes que a igreja evangélica deste período é marcada por características que a fazem incompatível com a pós-modernidade. Uma das marcas do protesto é a aversão ao absolutismo, ou seja, a forma de pensar do modernismo, que admite o conceito de verdade absoluta com bases fundacionalistas. Deduz-se que a primeira forma de oposição encontrada no discurso de vários líderes emergentes é a antítese ao pensamento bíblico da verdade revelada por Deus nas Escrituras e até então compreendida pela igreja. Na visão de vários destes líderes, a igreja da era da modernidade foi marcada pela cultura "inautêntica". Mike Yaconelli, outro expoente emergente, editou Stories of Emergence: Moving from Absolute to Authentic (Estórias de Emergência: movendo-se do absoluto para o autêntico).[ii] No livro encontram-se narrativas de vários líderes emergentes batendo na seguinte tecla: a autenticidade não esta presente na igreja; é necessário que a igreja se torne autêntica
(http://tempora-mores.blogspot.com/2006/06/neo-ortodoxia-emergente.html)
De alguma forma eles não estão totalmente errados, mas é preciso ser muito cuidadosos e cautelosos para não fazermos o contrario. Ao invés de levarmos o evangelho da verdade a uma sociedade pos-moderna secularizada, trazermos o mundanismo e o secularismo do pos- modernismo para dentro da igreja. Não observar isto é jogar por terra o Evangelho. O apostolo João disse: Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele.  Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo. (1 João 2:15,16) 
Concluindo
A única coisa que tenho a dizer sobre tudo isto meus irmãos é que vocês devem julgar com muito carinho e observarem se o lugar onde vocês estão inseridos realmente tem pregado a verdade de Cristo. Independente de ser uma igreja Emergente ou não (como disse no inicio as idéias se dividem muito). Mas a verdade Bíblica não muda. Faça como os irmãos de Bereia fizeram, chequem as Escrituras. Logo que anoiteceu, os irmãos enviaram Paulo e Silas para Beréia. Chegando ali, eles foram à sinagoga judaica. Os bereanos eram mais nobres do que os tessalonicenses, pois receberam a mensagem com grande interesse, examinando todos os dias as Escrituras, para ver se tudo era assim mesmo. E creram muitos dentre os judeus, bem como dentre os gregos, um bom número de mulheres de elevada posição e não poucos homens.  Quando os judeus de Tessalônica ficaram sabendo que Paulo estava pregando a palavra de Deus em Beréia, dirigiram-se também para lá, agitando e alvoroçando as multidões. Imediatamente os irmãos enviaram Paulo para o litoral, mas Silas e Timóteo permaneceram em Beréia. Os homens que foram com Paulo o levaram até Atenas, partindo depois com instruções para que Silas e Timóteo se juntassem a ele, tão logo fosse possível. (Atos 17:10,15)

Que Deus vos abençoe! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Wellington & Silvia Costa

Wellington & Silvia Costa

Total de visualizações de página