VOZES & DOSES

VOZES & DOSES
Olá graça e paz! O Vozes & Doses é um blog sem fins lucrativos que visa o aperfeiçoamento e edificação dos seus leitores e seguidores. O intuito primário deste site é apregoar e ministrar o evangelho ensinado por Cristo Jesus de forma simples e séria. O Vozes & Doses serve também como ferramenta de ajuda homilética e hermenêutica para pastores e professores. Sendo assim seja muito bem vindo e desfrute ao máximo das mensagens e devocionais aqui contidos. Grande abraço e que Deus te abençoe ricamente. Wellington R Costa (Editor do Vozes & Doses)

quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

03) PÉRGAMO: APRENDENDO A VENCER AS BATALHAS

 
SÉRIE: AS SETE IGREJAS DO APOCALIPSE
Texto: Apocalipse 2:12,17
A grande cidade de Pérgamo, antiga capital política da Ásia, ficava a cerca de vinte quilômetros ao Norte de Esmirna. Como centro cultural, Pérgamo sobrepujava Éfeso e Esmirna. A sua biblioteca, com duzentos mil pergaminhos, era a segunda maior do mundo, superada apenas por Alexandria no Egito. Foi o povo de Pérgamo que começou a usar peles de animais para fazer pergaminho, substituindo o papiro. Ela era também um centro literário e uma espécie de sede da cultura helênica. O único livro do Novo Testamento que cita a cidade ou a igreja em Pérgamo é o Apocalipse. Com a ajuda dos romanos, Pérgamo ganhou independência dos selêucidas em 190 a.C., e passou a fazer parte do império romano a partir de 133 a.C. (O Império Selêucida foi um Estado helenista que existiu após a morte de Alexandre, o Grande, cujos generais entraram em conflito pela divisão de seu império. Entre 323 e 64 a.C. existiram mais de 30 reis da dinastia selêucida.) Durante mais de 200 anos, Pérgamo foi a capital da província romana da Ásia. É possível que essa igreja tenha sido fundada pelo ministério do apóstolo Paulo: a) Paulo esteve em atividade por três anos na província da Ásia (Atos 20:31). b) Na sua terceira viagem missionária, num espaço de dois anos, todos os que habitavam na [província da] Ásia ouviram a palavra do Senhor Jesus, tanto judeus como gregos” (Atos19:10). c) O ourives Demétrio declarou: “bem vedes e ouvis que não só em Éfeso, mas até quase em toda a Ásia, este Paulo tem convencido e afastado uma grande multidão, dizendo que não são deuses os que se fazem com as mãos” (Atos 19:26). Pérgamo era uma cidade muito idólatra. Nela havia um grande altar a Júpiter (Zeus), e templos dedicados ao imperador, a Atena, a Dionísio e a Esculápio (Latin, ou Asclépio em grego), o deus da cura, identificado por uma serpente. Vejamos então o que está carta nos revela:
I-SÓ SE PODE VENCER A BATALHA ESPIRITUAL COM A ESPADA QUE É A PALAVRA DE DEUS 12 E ao anjo da igreja que está em Pérgamo escreve: Isto diz aquele que tem a espada aguda de dois fios: A Bíblia "parece" um livro comum, mas não é (também não é algo mágico). O poder da Palavra opera na vida daqueles que se relacionam com ela. Ela é a espada e só funciona devidamente na vida daqueles que são guiados e se relacionam com o Espirito de Deus. Não estou falando aqui de bons oradores ou pregadores, mas de todo aquele que segue a admoestação apresentada por Paulo a Timóteo. Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade. (2 Timóteo 2:15) Sabe porque ele diz isto: Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração. (Hebreus 4:12) 1) A Espada de Cristo é mais poderosa do que qualquer espada mundana: A espada representa autoridade e o poder para julgar e castigar. Sabemos que os Romanos mataram muitos cristãos, e que a espada dos falsos mestres trouxeram muitos danos espirituais à igreja.  Portanto é Jesus que possui, e é a espada do Espirito que é a Palavra. O poder de Cristo excede qualquer arma forjada pelo o inimigo. E é com está Palavra que Deus corta pela raiz as heresias, os misticismos, os modismos, e os maus costumes. 2) Cristo é o cabeça da igreja: cada pessoa verdadeiramente convertida deve examinar a qualidade do seu cristianismo. As sete cartas apocalípticas espelham o tipo de cristianismo que temos professado. Cristo tem sido o cabeça da sua vida? Qual espada você tem usado para vencer? Outra verdade é: 13 Conheço as tuas obras, e onde habitas, que é onde está o trono de Satanás; e reténs o meu nome, e não negaste a minha fé, ainda nos dias de Antipas, minha fiel testemunha, o qual foi morto entre vós, onde Satanás habita.
II- SÓ SE PODE VENCER A BATALHA QUANDO ESTAMOS APOSTOS PARA ELA.  1) Principalmente se estamos no quintal de Satanás: Os cristãos em Pérgamo eram vizinhos do diabo! O imperador, Zeus, Atena e Esculápio! 2) Só se vence o maligno com Cristo no coração: Cristianismo não é um conceito mas é vida com Deus. Os crentes infiéis, misturados com o mundo, haviam também entronizado Satanás na casa de Deus. 1 Timóteo 4:1 MAS o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios; 3)Quem deposita sua confiança inteiramente nEle: Apesar de tanta luta e sofrimento muitos daqueles irmãos não negou a fé. Segundo a tradição Antipas primeiro mártir de Pérgamo foi colocado em um boi de bronze oco (semelhante àquele touro de Nova York), e esse foi levado ao fogo até ficar vermelho. 4) Na perseguição muitos receberão a coroa: Vejamos a vida de Paulo: a) Seu chamado:  Disse-lhe, porém, o Senhor: Vai, porque este é para mim um vaso escolhido, para levar o meu nome diante dos gentios, e dos reis e dos filhos de Israel. E eu lhe mostrarei quanto deve padecer pelo meu nome. (Atos 9:15,16) b) Sua convicção: “Então Paulo respondeu: Que fazeis chorando e magoando-me o coração? Porque eu estou pronto não só a ser amarrado, mas ainda a morrer em Jerusalém pelo nome do Senhor Jesus.” (Atos 21:13) c) Seu apostolado: Até esta presente hora sofremos fome, e sede, e estamos nus, e recebemos bofetadas, e não temos pousada certa, E nos afadigamos, trabalhando com nossas próprias mãos. Somos injuriados, e bendizemos; somos perseguidos, e sofremos; Somos blasfemados, e rogamos; até ao presente temos chegado a ser como o lixo deste mundo, e como a escória de todos. (1 Coríntios 4:11,13) d) Sua recompensa: Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé. Desde agora, a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, justo juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amarem a sua vinda. (2 Timóteo 4:7,8)
III- SÓ SE VENCE A BATALHA QUEM NÃO TEM ALIANÇA COM O MUNDO. 14 Mas algumas poucas coisas tenho contra ti, porque tens lá os que seguem a doutrina de Balaão, o qual ensinava Balaque a lançar tropeços diante dos filhos de Israel, para que comessem dos sacrifícios da idolatria, e se prostituíssem. 15 Assim tens também os que seguem a doutrina dos nicolaítas, o que eu odeio. A influência de falsas doutrinas e o mundanismo tiveram um impacto negativo na igreja de Pérgamo, poluindo a congregação com doutrinas falsas que incentivavam os irmãos a praticarem idolatria e imoralidade. 1) Devemos abandonar o pecado: O mundanismo estava inserido na vida da igreja e a pratica do pecado era algo normal. Pedro disse: Os quais, deixando o caminho direito, erraram seguindo o caminho de Balaão, filho de Beor, que amou o prêmio da injustiça; Mas teve a repreensão da sua transgressão; o mudo jumento, falando com voz humana, impediu a loucura do profeta. (2 Pedro 2:15,16) 2) Ecumenismo é prostituição espiritual: Deus não se agrada de mistura. Paulo disse: Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis; porque, que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas? E que concórdia há entre Cristo e Belial? Ou que parte tem o fiel com o infiel? E que consenso tem o templo de Deus com os ídolos? Porque vós sois o templo do Deus vivente, como Deus disse: Neles habitarei, e entre eles andarei; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo. (2 Coríntios 6:14,16) 3) Devemos odiar o que Deus odeia e amar o que Deus ama: Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele.  Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo. (1 João 2:15,16)
IV- O TEMOR E A OBEDIENCIA AO SENHOR NOS FORTIFICA NAS ADVERSIDADES. 16 Arrepende-te, pois, quando não em breve virei a ti, e contra eles batalharei com a espada da minha boca. Por isto: 1) Devemos buscar o arrependimento; 2) Tapar todas as brechas; 3) Crer que maior é o que esta em nós do que o que esta no mundo; Filhinhos, sois de Deus, e já os tendes vencido; porque maior é o que está em vós do que o que está no mundo. (1 João 4:4) Concluindo:
V- SÓ SE VENCE A BATALHA QUEM OUVE PRECISAMENTE AS ORDENS DE DEUS 17 Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: Ao que vencer darei a comer do maná escondido, e dar-lhe-ei uma pedra branca, e na pedra um novo nome escrito, o qual ninguém conhece senão aquele que o recebe. 1) Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz; 2) Toda batalha tem um fim: Ao que vencer; Porque a sua ira dura só um momento; no seu favor está a vida. O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã. Salmo 30:5. 3) A promessa de Deus se cumpri na vida dos vencedores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Wellington & Silvia Costa

Wellington & Silvia Costa

Total de visualizações de página