VOZES & DOSES

VOZES & DOSES
Olá graça e paz! O Vozes & Doses é um blog sem fins lucrativos que visa o aperfeiçoamento e edificação dos seus leitores e seguidores. O intuito primário deste site é apregoar e ministrar o evangelho ensinado por Cristo Jesus de forma simples e séria. O Vozes & Doses serve também como ferramenta de ajuda homilética e hermenêutica para pastores e professores. Sendo assim seja muito bem vindo e desfrute ao máximo das mensagens e devocionais aqui contidos. Grande abraço e que Deus te abençoe ricamente. Wellington R Costa (Editor do Vozes & Doses)

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

O DAVI NOSSO DE CADA DIA

Texto: Salmo 142
A alma, a psique humana, nem sempre é perfeitamente estável. Podemos claramente observar que ela frequentemente oscila, pende e titubeia. A verdade é que nossas emoções não são muito confiáveis. Prova disto é vista em nossa própria existência. Como que passamos tão rapidamente do triunfo, para o medo e da alto confiança para uma ansiedade inexplicável.
Davi escreveu este salmo quando estava fugindo do rei Saul e havia se escondido em uma caverna. Podemos ver neste Salmo como ele se encontra atribulado, ameaçado e premido. O verso 2 diz
Derramei a minha queixa perante a sua face; expus-lhe a minha angústia. Derramei a minha queixa pode ser também pensamentos perturbados sendo assim milhões de ideias dominando-lhe a mente. Raciocínios em contradição que o colocam em desespero. A verdade é que todos nós passamos por momentos assim. Momentos difíceis de luta e pressão. Davi escreveu 8 salmos que expressam sua angustia e luta dentre eles o 57 e o 142 foram escritos na mesma época.
Charles H. Spurgeon disse: “Ataques de depressão ocorrem com quase todos nós. Pode haver um ou outro homem de ferro, mas a ferrugem com certeza ataca até mesmo estes.”
Nos momentos de lutas geralmente a primeira coisa que vem a nossa mente é fugir e desaparecer. Com Davi não foi diferente, na pressão enfrentada, no temor da morte ele foge de Saul, foge dos problemas e foge da vida.
Na fuga Davi escolhe uma caverna. Nela ele contempla segurança por temer neste momento Saul. Mas, sobretudo para ficar sozinho. O que foi impossível, pois muitos foram para o mesmo lugar. E ajuntou-se a ele todo o homem que se achava em aperto, e todo o homem endividado, e todo o homem de espírito desgostoso, e ele se fez capitão deles; e eram com ele uns quatrocentos homens. (2 Samuel 22:2)
AQUI TEMOS UMA PRECIOSA LIÇÃO Quando estamos mal parece que atraímos pessoas no mesmo estado emocional nosso. É por isto que o maledicente sempre vai ter um ouvinte. Pois pensamentos negativos atraem pessoas negativas. Amargurados se atraem e rebeldes também. Alguém disse que na caverna de Adulão com Davi se ajuntaram o grupo D.D.D. (Devedores, Desprovidos, e Descontentes)
ANATOMIA DA TRIBULAÇÃO DE DAVI: Ele a defini da seguinte forma: 1) Que sua tribulação tinha natureza histórica, tangível e objetiva (v.3); 2) Que era eminentemente psicológica e emocional (v.4); 3) A inexistência de qualquer proteção contra os adversários: Davi sente-se a mercê e não consegui nem pensar em uma forma de se defender. 4) Que não há para com ele nenhuma manifestação de amor. (v.4).
Vamos examinar de perto o desânimo de Davi, sua crise pessoal, e dela tirar lições para nossa vida hoje:
Na estrada da vida e em meio às turbulências:
I- VOCÊ FICARÁ DESANIMADO E COM CORAÇÃO ANGUSTIADO
Salmo 142:3 Quando o meu espírito estava angustiado em mim, então conheceste a minha vereda. No caminho em que eu andava, esconderam-me um laço.
Assim como Davi muitas são as vezes que duvidamos da nossa capacidade de tomar decisões, nos sentimos desorientados. E este é problema do desânimo. Ele nos faz perder senso de tomar decisões, ficamos perdidos e começamos a cometer um monte de erros por causa das decisões erradas que tomamos. Davi estava muito mal física e espiritualmente. Ele sentia-se culpado, porque na busca feroz por encontrá-lo, o Rei Saul mata uma aldeia inteira que o abrigou em sua fuga.
Na estrada da vida e em meio às turbulências:
II- VOCÊ SE SENTIRÁ DESAMPARADO
Salmo 142:4 Olhei para a minha direita, e vi; mas não havia quem me conhecesse. Refúgio me faltou; ninguém cuidou da minha alma.
Este é um dos versículos mais tristes de toda Bíblia. Você consegue pensar em tamanha desesperança? Mas nem sempre Davi se sentiu assim: Ele afirmou certa vez:  Tenho posto o SENHOR continuamente diante de mim; por isso que ele está à minha mão direita, nunca vacilarei. (Salmo 16:8)
Por mais que Davi expressasse sua comunhão com Pai, ele vivenciou momentos ao qual ele se sentiu só. A verdade é que nunca vamos resolver os nossos problemas: Ignorando, fugindo, entrando para dentro do casco!
Alexander McLaren disse: A alma que tem de atravessar águas profundas precisa fazer isto sozinha!”
Na estrada da vida e em meio às turbulências:
III- VOCÊ SE SENTIRÁ DEPRIMIDO
Salmo 142:6 Atende ao meu clamor; porque estou muito abatido. Livra-me dos meus perseguidores; porque são mais fortes do que eu.
Um cristão verdadeiro pode ter depressão, todavia ele sempre sairá dela! Elias ficou deprimido, Jonas, Moisés, e é claro Davi também. Todavia todos com Deus deram a volta por cima desta terrível situação, porque eles não desistiram de lutar com Deus.
O Senhor está perto de você, ele é EMANUEL. Você não deixou de ser filho, porque está numa caverna escura.
Na estrada da vida e em meio às turbulências:
IV-VOCÊ SE SENTIRÁ DERROTADO
Salmo 142.6b,7 Livra-me dos meus perseguidores; porque são mais fortes do que eu. Tira a minha alma da prisão, para que louve o teu nome; os justos me rodearão, pois me fizeste bem.
Davi sentia-se preso, angustiado, fraco e derrotado! Davi ficou prisioneiro de sua perspectiva. A benção é que ele conseguiu fugir!  Todavia, vimos os sintomas de alguém em crise, sob muita pressão. Talvez você se identificou com este quadro. Mas sua pergunta é: E daí?  Como posso mudar de vida? De perspectiva?
V- COMO ENFRENTAR AS PRESSÕES DA ESTRADA DA VIDA?
1) CONFESSE OS TEUS PROBLEMAS PARA DEUS Foi isto o que Davi fez quando escreveu e pronunciou o Salmo 142 (v.1) “Em alta voz clamo ao Senhor” (v.5) “Clamo a ti, Senhor” (v.6) “Dá atenção ao meu clamor.” Tudo isto, Davi disse abertamente para Deus! Clame ao Senhor, do contrário o desânimo vai derrotar você e acabar com seus melhores dias. Quando você se abre Deus inicia o processo de recuperação em sua vida. Não é para qualquer um, é para Deus, é para pessoa certa!
2) RECONHEÇA A PRESENÇA DE DEUS EM SUA VIDA Salmo 142:3 Quando o meu espírito estava angustiado em mim, então conheceste a minha vereda. No caminho em que eu andava, esconderam-me um laço. Peter Marshall disse: “Antes de você buscar Deus, ele O está buscando” Deus sabe, sua onisciência é o nosso consolo! Porque tentar esconder dele aquilo que te assola?
3) DESCUBRA A PROVISÃO DE DEUS  Salmo 142:5 A ti, ó SENHOR, clamei; eu disse: Tu és o meu refúgio, e a minha porção na terra dos viventes. A terra dos viventes não é o céu, é o aqui e agora. Deus provê hoje! E isto significa Reino de Deus. É bom saber que a Bíblia foi escrita por homens, na terra dos viventes.
Muitos dizem que isto é ruim,  mas se a Bíblia fosse escrita por anjos nenhum homem daria crédito as suas palavras, não seria para seres mortais e sim para sobrenaturais.
A Bíblia tem em suas páginas soluções divinas para problemas terrenos e reais! A Bíblia é a provisão da Palavra de Deus sempre presente e perto de você!
4) DESCUBRA O PRAZER DO LOUVOR E ENTREGUE SUA VIDA PARA DEUS Salmo 142:7 Tira a minha alma da prisão, para que louve o teu nome; os justos me rodearão, pois me fizeste bem. Davi tem um propósito muito claro, ele queria adorar a Deus melhor! Neste salmo ficou claro o trajeto da estrada da vida de Davi. Da Prisão para a Adoração! Enfim, este é o fim do salmo, o fim que Deus reserva para todos os que confiarem Nele, os que forem justificados por seu Filho. Veja a mudança de ambiente! Na prisão Davi estava cercado de rebeldes, pessoas amarguradas, oprimidas. Agora rendido, liberto, livre, ele esta rodeados de “JUSTOS” Salmo 107:14,15  Tirou-os das trevas e sombra da morte; e quebrou as suas prisões. Louvem ao SENHOR pela sua bondade, e pelas suas maravilhas para com os filhos dos homens.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Wellington & Silvia Costa

Wellington & Silvia Costa

Total de visualizações de página